Domingo, 15 de Dezembro de 2019
JORNALISMO

Jornal A CRÍTICA completa 68 anos de 'Mãos Dadas com o Povo'

Uma missão iniciada há 68 anos pelos fundadores Umberto Calderaro Filho e Ritta de Araújo Calderaro e que se mantém hoje com o objetivo de estar sempre “de mão dados com o povo”.



JORNAL033.jpg As comemorações iniciaram com um café da manhã na sede do grupo. Foto: Clovis Miranda
20/04/2017 às 05:00

 

Todos os dias enquanto você, leitor, abre as páginas deste jornal para iniciar o  dia, uma equipe de quase 300 profissionais chega à  Rede Calderaro de Comunicação (RCC) e encontra outras 40 páginas em branco,  prontas para serem preenchidas com  histórias, fatos marcantes e diversas facetas do nosso cotidiano. Há 68 anos essa é a rotina de A CRITICA, uma missão iniciada pelos fundadores Umberto Calderaro Filho e  Ritta de Araújo Calderaro e que se mantém hoje com o objetivo de estar sempre “de mão dados com o povo”.



Nesta quarta-feira (20), os colaboradores foram os homenageados no aniversário do jornal  mais querido  do  Amazonas. Uma programação ao longo de todo o dia, iniciada com café da manhã e encerrada com um happy hour à noite, reuniu todos aqueles que se dedicam a noticiar a vida. “Nosso compromisso com a notícia se renova a cada ano. Me sinto muito honrado em contribuir com esse patrimônio do povo amazonense. Parabéns a todos que fizeram e fazem parte dessa história”, disse o vice-presidente da RCC, Umberto  Tomaz  Calderaro, o “Beto”.

Foi com o A CRÍTICA em mãos que, literalmente, Wellington Pereira encontrou a profissão dele. Aos seis anos, ele começou a acompanhar a mãe, Auriete, que vendia jornais no bairro onde mora, o Santa Etelvina, Zona Norte. Hoje, aos 26 anos, vai além de vender os exemplares. “Eu levo a informação para as pessoas e isso ajuda a vida delas, me sinto orgulhoso, todo dia estou nas ruas”, diz. Ontem ele fez questão de participar da confraternização. “Eu tinha que vir aqui tirar uma selfie e ser manchete do jornal”, brincou ao se referir a arte da decoração.

A presidente da RCC, Cristina Calderaro Corrêa, reforçou o legado deixado pelos pais dela, Umberto e Ritta, e a responsabilidade social com os amazonenses. “A CRITICA é a extensão da nossa família, a gente sempre procura celebrar internamente porque não somos nada sem equipe. Eu  celebro esses 68 anos com esperança, otimismo, sentimento de mudança. Estou sempre renovando meu elo com os leitores e a função de informar com seriedade, e agora com um novo ‘a mais’ e com mais coragem para ajudar o povo, rumo aos 70 anos com inovação”, declarou.

Um jornal que faz parte do dia a dia
A administradora Márcia Martins só sai de casa depois de ler o  A CRITICA. “Mesmo com  a internet, eu não perco o hábito de ler no café da manhã, faz parte do meu dia”, disse. Assim como ela, a médica Ednéa Ribeiro é uma leitora assídua. “É um jornal que fala a verdade, nos deixa informados do que acontece aqui e no mundo”. Colaborador do jornal há 10 anos, o médico Euler Ribeiro foi um dos parceiros que esteve na sede da RCC ontem para parabenizar a diretoria. “O amazonense tem uma relação forte com esse veículo”, declarou. O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, Flávio Pascarelli, e o presidente do Tribunal de Contas do Amazonas, Ari Moutinho Júnior, também visitaram o jornal ontem.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.