Publicidade
Manaus
DECISÃO

Jornalista Wilson Lima anuncia desfiliação do Partido da República (PR)

Wilson fez o anúncio nas redes sociais. Segundo ele, a decisão se deu porque o partido tomou um rumo que não está de acordo com os seus pensamentos 22/06/2017 às 12:30 - Atualizado em 22/06/2017 às 14:24
Show 0000000
O jornalista também falou da decisão durante o programa Alô Amazonas (Foto: Winnetou Almeida)
Amanda Guimarães Manaus (AM)

O jornalista Wilson Lima anunciou nesta quinta-feira (22), a saída do Partido da República (PR), por meio das redes sociais. Ele também confirmou a decisão durante o programa Alô Amazonas, da TV A Crítica (Canal 4) de hoje.

Segundo Wilson, a decisão se deu porque o partido tomou um rumo que não está de acordo com os seus pensamentos. “Meus amigos, quero dividir uma decisão minha com vocês. Estou me desfiliando do PR, agremiação onde fui bem recebido, mas que toma um rumo que não está de acordo com meus ideais e pensamentos”, disse.

O jornalista também ressalta que continuará lutando de acordo com os próprios princípios e pelas coisas que acredita.“Entrei na política apostando no surgimento de uma nova geração de líderes, na mudança, no respeito à coisa pública e na expectativa de ajudar a construir um futuro melhor. Vou continuar lutando de acordo com meus princípios e pelas coisas que acredito para a minha contribuição a essa terra que tanto amo. Um forte abaraço”, completou na postagem nas redes sociais.

Durante o programa Alô Amazonas, o jornalista afirmou que não poderia se unir com um candidato que 'usa da prepotência e ignorância', além de ser investigado por envolvimento na Operação Lava Jato.

 “O partido seguiu seu caminho. Se aliou ao grupo que possui um candidato que é a vergonha política do Estado. Tem características de grosseria e prepotência, além de ser investigado pela polícia. Tenho escutado que isso é normal na política, mas isso não é natural. Meus pais sofreram muito para que seus filhos fossem dignos”, ressaltou.

No discurso, o jornalista também citou o ex-candidato a Prefeitura de Manaus, Marcelo Ramos. “Quando mais esperávamos o Marcelo se rendeu. Ele é meu amigo pessoal, desejo boa sorte, mas não posso aceitar. Entrei na política acreditando na transformação e em um estado melhor. Não tem como ficar de braços cruzados”, completou Wilson.

Sobre as eleições suplementares ao Governo do Estado, o jornalista ressaltou que não apoiará nenhum dos candidatos. Ele afirma que continuará trabalhando nos veículos da Rede Calderaro de Comunicação (RCC).

“Tem político que só conhece os bairros mais nobres da cidade. Precisamos de pessoas como a gente. Eu quero comunicar que não participarei das eleições deste ano. Não estarei apoiando ninguém. Vou continuar na televisão com ajuda da Rede Calderaro, que é a minha casa”, finalizou o apresentador do programas Alô Amazonas, Manhã no Ar e Arena dos Bumbás da TV A Crítica.

Publicidade
Publicidade