Sábado, 28 de Novembro de 2020
Manaus

José Melo assume a presidência estadual do (Pros)

O vice-governador assumiu nessa terça-feira (1º) a direção estadual do Partido Republicano da Ordem Social (Pros)



1.jpg Vice-governador José Melo se desfiliou do PMDB, do senador Eduardo Braga, no dia 23 de agosto, alegando ter sido discriminado
02/10/2013 às 07:47

O vice-governador José Melo (ex-PMDB) assumiu nessa terça-feira (1º) a direção estadual do Partido Republicano da Ordem Social (Pros) anunciando uma campanha para arregimentar nomes que dêem robustez ao projeto dele de suceder Omar Aziz (PSD). O deputado estadual Sidney Leite (ex-DEM), que vai ficar com a vice-presidência da legenda, afirmou que o Pros nasce no Amazonas com mais de 12 prefeitos.

Até a noite de segunda-feira (30), era do vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, Josildo Oliveira, a direção do Pros no Amazonas. Mas o assédio do vice-governador sobre o presidente nacional do Pros, Eurípedes Júnior, foi forte e certeiro, e a sigla, criada no dia 24, amanheceu a terça-feira sob nova direção.



Ontem à tarde, José Melo informou que cuidava da burocracia necessária à instalação definitiva do partido no Amazonas, como por exemplo, a apresentação dos nomes que vão compor a executiva estadual provisória da legenda. E a partir de hoje, ele disse que vai começar a busca por filiados.

“Vamos dar gordura à legenda. Trazer prefeitos, deputados e vereadores. Do ponto de vista político, queremos tornar o partido bem robusto. Vamos fazer isso agora”, afirmou o vice-governador José Melo.

Diferente de Sidney Leite, o vice-governador José Melo não quis adiantar o número de prefeitos, vereadores e deputados interessados em ingressar no Pros. Segundo ele, era cedo. “As coisas aconteceram muito rápidas. Até as 21h de ontem (segunda-feira), eu ainda estava trabalhando pelo partido. Hoje que eu amanheci com o partido. Não tive tempo de nada ainda”, alegou o vice-governador.

José Melo disse que a prioridade do partido agora é com o dia 5, data limite para quem tem interesse em disputar as eleições do ano que vem tenha a filiação confirmada por um partido. “Vamos nos concentrar nessa data para poder trabalhar nomes ano que vem. Depois temos a data do dia 23, que é o prazo para aqueles que não vão disputar as eleições, mas querem mudar de sigla”, disse o vice-governador.

O pré-candidato ao Governo do Amazonas disse que ganhou a presidência estadual do Pros com o currículo. Não houve garantias de nada. “Não dei garantias nenhuma. Disse apenas que era um político do Amazonas, que tinha certa envergadura, e que tentava construir uma pré-candidatura ao governo”, disse o vice-governador.

A exigência de Eurípides, segundo José Melo, foi que a executiva estadual tivesse a participação de Josildo e Sidney Leite. “Ele disse que Josildo e o Sidney ajudaram na construção do partido. E eu disse que não tinha nenhum problema”, afirmou o vice-governador.

Josildo, que foi chamado à Brasília, ontem, não gostou da rasteira. Segundo ele, Eurípedes não teve comportamento de homem: “Retiro os elogios que fiz a ele para vocês (A CRÍTICA)”. No dia 27 de setembro, Josildo afirmou em entrevista que o presidente nacional do Pros “fez Justiça porque é um homem íntegro e correto. Não fará leilão do Pros no Amazonas”.

Batalha é para atrair prefeitos

O PSD, do governador Omar Aziz, e o PMDB, do senador e pré-candidato ao governo Eduardo Braga, saíram das eleições de 2012 comandando, juntos, 41 dos 61 municípios do Estado.

Como a ida para o Pros teve a bênção de Omar Aziz, dificilmente o vice-governador vai cooptar prefeitos do PSD. Ficam na mira então os chefes das 18 prefeituras comandadas pelo PMDB, e os outros 20 de outras legendas.

Em 2012, o PSD elegeu 23 prefeitos, desbancando o PMDB, que até então tinha a maioria das prefeituras. O partido de Eduardo Braga saiu do pleito no comando de 18 municípios.

As outras 20 prefeituras do interior do Estado são dominadas por prefeitos do PDT, PCdoB, PT, DEM, PV, PP, PR, PRTB, PSB, PRP e PTB.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.