Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019
PLANOS

Jovem morto na Vila Olímpica do Santo Antônio sonhava em ser educador físico

A SSP-AM divulgou que a perícia realizada nas mãos de Hering deu negativo para a presença de pólvora, anulando a hipótese de que o adolescente estivesse armado e disparado contra a guarnição ontem (25)



hering_8F6CA066-EA63-4032-BDF7-0937F2BE5874.JPG Foto: Reprodução/TV A Crítica
26/10/2018 às 16:56

Ser educador físico. Esse era o sonho do adolescente Hering Silva Oliveira, de 15 anos, morto na tarde dessa quinta-feira (25) na Mini Vila Olímpica do bairro Santo Antônio, Zona Oeste de Manaus. A família de Hering acusa policiais militares de terem baleado o garoto durante uma abordagem.

“Ele só estudava e gostava de brincar de bola. Ele tava muito feliz porque tinha feito a primeira prova do SIS (Sistema de Ingresso Seriado da Universidade do Estado do Amazonas). Ele falava assim: ‘oh, gorda, eu acho que vou conseguir a minha faculdade de Educação Física. Eu fui bem na prova’”, contou uma das tias de Hering.

O garoto foi baleado na Mini Vila Olímpica após a Polícia Militar receber uma denúncia anônima de que infratores estavam no local. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) afirmou que a guarnição foi recebida a tiros ao chegar na Mini Vila.

Na tarde desta sexta-feira (26), a SSP-AM divulgou que a perícia realizada nas mãos de Hering, por meio do teste residuográfico, deu negativo para pólvora. Portanto, anulando a hipótese de que o adolescente estivesse armado e disparado contra a guarnição.

Está marcada para às 17h30 uma coletiva de imprensa na qual a SSP-AM promete passar mais informações sobre o caso. Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil e outro pela Polícia Militar do Estado do Amazonas para investigar as circunstâncias do assassinato.

"Eles estavam lá para trás. Alguém denunciou que eles estavam com arma e drogas. Diz que a polícia atirou, meu filho se assustou, correu e pegou tiro. Meu filho tem 15 anos, ele estudava, é inocente. Todo dia de noite ele ia brincar (na Vila Olímpica). Hoje ele só foi de tarde porque não tinha aula", afirmou a mãe do garoto, Marlene Silva, ainda nessa quinta-feira.

Hering foi baleado por volta de 16h e chegou a ser socorrido ao Serviço de Pronto-Atendimento (SPA) do bairro São Raimundo, também na Zona Oeste, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo do garoto foi velado hoje em uma funerária do bairro Santo Antônio.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.