Publicidade
Manaus
Adolpho Ducke

Jovens perdidos em reserva florestal conseguem chegar à base do Inpa

Os quatros rapazes entraram na reserva na quarta-feira (13) para pegar patauá, mas acabaram se perdendo 14/04/2016 às 15:44 - Atualizado em 14/04/2016 às 17:39
Show 20160414141725
Jovens descansam após 24 perdidos (Divulgação/CBMAM)
Rafael Seixas e Kelly Melo Manaus (AM)

Foram encontrados os quatro jovens que tinham se perdido na última quarta-feira (13) na mata da Reserva Florestal Adolpho Ducke, localizada no bairro Cidade de Deus, na Zona Norte de Manaus, após passarem 24 horas perdidos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, Charles Lobato dos Santos, 25, Isaías Procópio da Silva, 23, e dois adolescentes de 17 e 13 anos conseguiram sair da floresta no quilômetro 26 da rodovia AM-10 (Manaus-Itacoatiara).

“Eles conseguiram chegar até uma base do Inpa [Instituto Nacional de Pesquisas]. Nossa equipe de buscas foi até o local e os resgatou”, informou o soldado Denis Ferreira. "Todos passam bem e estão andando sem dificuldades", acrescentou.

Segundo familiares, o grupo entrou na mata para pegar frutas na quarta-feira, mas acabou se perdendo da trilha e não conseguiu voltar para casa. "Ficamos muito preocupados e até entramos na mata para procurar também. Isso nunca tinha acontecido", disse a aposentada Celina Lobato, que é mãe de Charles e avó de um dos adolescentes.

O Corpo de Bombeiros informou que as buscas foram iniciadas na manhã desta quinta, e, no início da tarde, o grupo foi localizado. "Eles estão bem. Mas é importante ressaltar que as pessoas não devem entrar na mata sem conhecer o caminho. Nesse caso, eles também invadiram uma área pública federal", explicou o tenente Marcio Lima, do Batalhão de Incêndio Florestal e Proteção ao Meio Ambiente.

De acordo com o tenente, Charles e Isaías foram encaminhados ao 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e os adolescentes para a Delegacia Especializada em Atos Infracionais (Deaai) para prestarem esclarecimentos. Após os depoimentos, eles foram liberados e já estão em suas respectivas casas.

Ação de resgate

Após acionados, uma equipe composta por quatro bombeiros militares do Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente foram ao local da ocorrência para encontrar com William Costa da Silva, pai de Isaías, com quem pegaram mais informações a respeito dos desaparecidos e local onde eles teriam entrado na mata.

Um grupo de moradores que mora próximo da reserva chegou a entrar na mata para procurar os jovens, antes deles aparecerem na estrada.

Mistérios da reserva

No dia 23 de março deste ano, os adolescentes Wendril Brito e Wilker Marques se perderam na reserva após invadirem o local para tomar banho em um igarapé na companhia de amigos.

Em março do ano passado, oito crianças sumiram dentro do local depois de adentrá-lo para brincar e se perderam. 

Publicidade
Publicidade