Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019
CARNAÚBA

Julgamento de Carnaúba, ex-FDN e atual CV, terá forte esquema de segurança em Manaus

Ameaças de morte a juízes e promotores, protestos de familiares dos chefões do crime e recente fuga de 35 detentos causam clima de insegurança na cidade



oK.JPG Foto: Arquivo/AC
15/05/2018 às 13:40

Um forte esquema de segurança será montado para o julgamento do narcotraficante Gelson Carnaúba, o “Mano G”, e dos seus soldados Marcos Paulo da Cruz, o “Goma”, e Francisco Álvaro Pereira, o “Bicho do Mato”, nesta sexta-feira (18) no Fórum Ministro Henoch Reis, na Zona Centro-Sul de Manaus.

Ex-líder da facção criminosa Família do Norte (FDN) e atualmente protegido pela facção carioca Comando Vermelho (CV), Carnaúba atualmente cumpre pena no Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná. Por medidas de segurança, ele participará do julgamento através de videoconferência, por onde também será ouvido.



De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), o sistema de segurança no Fórum Henoch Reis será reforçado com mais policiais. O número de seguranças nos arredores do prédio também deve ser aumentado, porém a quantidade não foi divulgada.

Conforme a assessoria do TJ-AM, o credenciamento da imprensa que vai fazer a cobertura jornalística do julgamento acontecerá nos mesmos moldes do julgamento do narcotraficante “João Branco”, líder da FDN, ocorrido mês passado, onde não foi autorizada a entrada de câmeras nem celulares. Há informações que os estacionamentos do fórum também serão fechados para o público externo. 

Até ontem (14), os nomes do juiz que vai presidir o julgamento e do promotor de justiça que vai atuar na acusação dos réus não foram revelados.  O julgamento de “Mano G” e de seus comparsas será feito pela 2ª Vara do Tribunal do Júri.

Clima de insegurança

As mudanças no esquema de vigilância do fórum para o julgamento de Carnaúba se devem ao clima de insegurança na cidade por conta das recentes ações do crime organizado, como ameaças de morte direcionadas a juízes e promotores, protestos de amigos e familiares de chefões da FDN, ocorrida na semana passada em frente ao fórum, e também à misteriosa fuga de 35 internos de um presídio em Manaus na noite do último sábado (12).

Conforme a Polícia Federal, os 35 foragidos seriam de uma “elite do crime”, parte de um grupo comandado por Carnaúba que, nesse momento, tem o aval e a cobertura da facção criminosa carioca Comando Vermelho (CV). O criminoso e o bando dele são considerados de alta periculosidade.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.