Publicidade
Manaus
Manaus

Justiça decreta prisão de mulher que mandou matar rival por ciúmes do amante em Manaus

Marcelaine, mais conhecida como Elaine, teria planejado o crime e contratado um pistoleiro para executá-lo após desconfiar que Denise era amante de seu amante. Todos os envolvidos são casados 19/12/2014 às 14:53
Show 1
Marcelaine Santos Schumann, 36 anos, foi identificada como a mandante do crime. Segundo a polícia, ela está no exterior
acritica.com Manaus (AM)

O juiz Mauro Antony, da 3ª Vara do Tribunal do Júri de Manaus, decretou na tarde desta quinta-feira (18) a prisão preventiva de Marcelaine Santos Schumann, 36 anos, acusada de mandar matar a estudante de direito Denise Almeida da Silva, 34 anos, no dia 12 de novembro, ao sair do estacionamento de uma academia de musculação no Centro da cidade, motivada por ciúmes e desconfianças.

"O doutor Mauro Antony, juiz de Direito da 3ª Vara do Tribunal do Júri, da Comarca de Manaus, na forma da Lei: Manda a qualquer autoridade policial, a quem este for apresentado, devidamente assinado, que em cumprimento ao presente, se dirija ao endereço do réu, ou em qualquer lugar onde o mesmo possa ser encontrado prenda e recolha a competente unidade prisional do estado o nacional (a), abaixo qualificado", diz trecho do mandado de prisão (abaixo).

Elaine, como é conhecida, teria planejado o crime por ciúmes e contratou um pistoleiro para executá-lo, após desconfiar que Denise era amante de seu amante, um empresário de Manaus identificado como Marcos Souto. Denise foi atingida com um tiro no pescoço ao sair do estacionamento da academia em seu carro, um Mercedes-Benz branco de placas OAO-4455, mas sobreviveu ao atentado. Segundo a vítima, ela não era amante de ninguém.

Até o momento, a polícia foi informada que Elaine está viajando, passando uns dias em Miami, nos Estados Unidos, a menos de 5 horas de avião da capital amazonense. Segundo investigações policiais, as duas mulheres são casadas e possuem um alto padrão de vida, no entanto, mantinham um relacionamento extra conjugal com o mesmo homem, que também é casado. 

Denise Almeida dos Santos foi baleada com um tiro no pescoço, mas sobreviveu e passa bem

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que investigava a tentativa de homicídio há um mês, conseguiu prender Rafael Leal dos Santos, 25 anos, na quarta-feira (17), no município de Anori (AM), que confessou o plano criminoso. Ele disse que foi contratado por Charles Mac Donald's Castelo Branco, 27 anos, para matar Denise, com um revólver calibre .38 que foi fornecido por Karen Arevalo Marques, 22. Charles e Karen foram presos no bairro de Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

Rafael disse que Marcelaine prometeu R$ 7 mil para executarem o crime, mas Charles contou só ter recebido R$ 3,5 mil de Marcelaine. O restante, a polícia acredita, seria entregue após o assassinato. O trio já foi encaminhado para a cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro, e responderá principalmente pelo crime de tentativa de homicídio.

Karen, Rafel e Charles já estão presos

Publicidade
Publicidade