Sábado, 29 de Fevereiro de 2020
Manaus

Justiça mantém indenização de R$ 40 mil da Uniban para Geisy Arruda

Geisy, segundo informações do TJ, foi hostilizada por outros alunos da universidade, em outubro 2009, quando usava um vestido curto durante as aulas



1.jpg Geyse Arruda
13/03/2012 às 10:02

A Justiça de São Paulo decidiu ontem manter a indenização de R$ 40 mil, por danos morais, a Geisy Arruda, contra a Academia Paulista Anchieta S/C (Uniban), segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo.

A determinação foi estabelecida pela 34ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, que manteve a decisão da 9ª Vara Cível de São Bernardo do Campo, de acordo com o TJ.



Geisy, segundo informações do TJ, foi hostilizada por outros alunos da universidade, em outubro 2009, quando usava um vestido curto durante as aulas. Segundo o TJ, a estudante, à época, foi expulsa da faculdade, sob "alegação de desrespeito à moralidade e à dignidade acadêmica".

A Uniban foi condenada em 2010 a pagar R$ 40 mil pelo episódio e recorreu da sentença. A defesa da ex-aluna, que pediu R$ 1 milhão de indenização por danos morais, considerou baixo o valor fixado pela Justiça e também recorreu da decisão.

Os advogados de Geisy afirmam que houve falha na prestação de serviço e que os direitos da estudante, como consumidora, foram violados, por causa das agressões verbais e da ameaça à segurança pessoal dela. Já a Uniban alegou que Geisy teria planejado o episódio para adquirir notoriedade e conseguir vantagens.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.