Segunda-feira, 16 de Dezembro de 2019
INDEFERIMENTO

Justiça nega maioria de pedidos feitos pela defesa de Alejandro Valeiko

Defesa de Alejandro conseguiu apenas o direito dele permanecer preso no 19º DIP, ao invés de ser encaminhado para um presídio. Outros 3 pedidos de revogação da prisão, concessão de prisão domiciliar e internação em hospital foram negados



show_WhatsApp_Image_2019-10-07_at_12.19.39__1__F3A162CA-04C6-4C17-BB17-1ABF4C1C4B49.jpg Foto: Junio Matos
02/12/2019 às 18:10

Dos quatro pedidos feitos à Justiça do Amazonas em favor de Alejandro Molina Valeiko, preso preventivamente suspeito de envolvimento na morte do engenheiro Flávio Rodrigues, apenas um foi deferido pela juíza Lina Marie Cabral, conforme informou um dos advogados do preso Yuri Dantas.

A defesa pediu que a prisão de Alejandro fosse revogada, que lhe fosse concedida a prisão domiciliar, que ele fosse internado em um hospital para tratamento e que ele permanecesse custodiado no 19º Distrito Integrado de Policia (DIP), avenida Cel. Teixeira, bairro Santo Agostinho.



De todos os pedidos, a magistrada concedeu apenas que ele permanecesse preso no 19º DIP ao invés de ser encaminhado para uma unidade prisional. O advogado explicou que o pedido de internação e o da prisão domiciliar para Alejandro se faz necessários por conta do estado dele de saúde que vem apresentando um quadro que não é favorável.

De acordo com Yuri, Alejandro vem apresentado problemas de pressão alta, batimento cardíaco elevado, variando de 140 a 160 quando ele está em repouso. “Solicitamos que ele fosse internado para verificarmos o que está causando esses problemas”, disse Dantas.

Conforme Yuri, a magistrada solicitou novos exames, novos laudos, já que os que foram apresentados são antigos.  Alejandro já ficou preso provisoriamente por 60 dias e ontem, quando passou pela audiência de custódia teve a provisória convertida em preventiva.

O advogado disse que a defesa já entrou com outros recursos na Justiça na tentativa de colocar Alejandro em liberdade. Além dele foram denunciados pela morte de Flávio, o sargento da Polícia Militar Elizeu da Paz, Mayc Parede. Hoje, quando deixava o fórum Henoch Reis, Alejandro acusou Da Paz de ser o assassino do engenheiro.

Repórter de A Crítica

Caso Flávio



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.