Publicidade
Manaus
Manaus

Kombis velhas realizam transporte ilegal de passageiros na Zona Oeste de Manaus

Várias kombis clandestinas, que estão praticamente ‘caindo aos pedaços’, saem da avenida Brasil, na Compensa, com destino a outros bairros da Zona Oeste 08/08/2015 às 10:07
Show 1
Kombis ficam estacionadas num ponto improvisado da avenida Brasil, na Zona Oeste, e dali partem para bairros como Tarumã, Campos Salles e adjacências
luana carvalho ---

O transporte ilegal de passageiros é realizado, todos os dias, a menos de cem metros das sedes de Prefeitura de Manaus e Governo do Estado. Várias kombis clandestinas, que estão praticamente ‘caindo aos pedaços’, saem da avenida Brasil, na Compensa, com destino a outros bairros da Zona Oeste, seja de manhã, de tarde, ou durante a noite.

“Eu trabalho aqui neste ponto há cinco anos e esses ‘kombeiros’ sempre atuaram aqui. Os carros só saem quando lotam”, contou um mototaxista que preferiu não ter o nome divulgado. Nos veículos, há um adesivo informando que a lotação máxima é até 12 passageiros, mas eles costumam transportar bem mais.

Na quarta-feira da semana passada, um dos veículos saiu ‘empurrado’ por dois homens, transportando passageiros. Alguns motoristas aparentam ser muitos jovens e a informação é que eles não possuem habilitação para transportar passageiros. O valor da passagem custa R$ 4, R$ 1 a mais que o valor do transporte público convencional. Os destinos são os bairros Tarumã, Campos Sales, Parque Riachuelo e adjacências.

O comerciante Josevan Carneiro, 41, afirma que o transporte ilegal é realizado há mais de dez anos e que nunca houve uma fiscalização na avenida. “Eles atuam livremente. Todo mundo sabe disso aqui e muitas pessoas optam por esse meio porque cansam de esperar o ônibus. De qualquer forma, é um risco a mais no trânsito e de vida. Alguém tem que dá um jeito nisso”, desabafa.

As kombis ficam estacionadas próximo a um ponto de ônibus. Jovens, que aparentam ter entre 14 e 16 anos, são quem “chamam” os passageiros. Mas, segundo um deles, alguns “clientes já são fixos”.

Uma das passageiras, que também não quis se identificar, relata que utiliza a kombi ilegal para encurtar o tempo do trabalho até a casa dela. “Eu trabalho aqui na Compensa e não tem nenhum ônibus que vá para o lugar onde moro. Eu teria que ir para o Terminal 1. Então aproveito as kombis, pago um pouco mais caro, mas pelo menos chego direto em casa”.

Na manhã de ontem, por volta das 11h, quatro kombis, de placas JXL 3304, OAI 4769, AMP 0597 e NOK 0340 aguardavam os passageiros. Pórem, segundo os denunciantes, mais de 30 veículos velhos fazem o transporte irregular.

Fiscalização

A Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) informou que tem realizado fiscalizações nos bairros da Zona Oeste. “Nos últimos meses foram apreendidos 15 veículos com situação irregular naquela área, dentre em casos de táxis/táxi-frete com problemas na documentação e transporte clandestino”. Penalizações Segundo a superintendência, as penalidades aplicadas ao transporte clandestino são a apreensão do veículo e multa de 40 UFM´s, que equivale R$ 3.351,20. “No caso de reincidência a multa é aplicada em dobro”. Na avenida Brasil, motoristas dizem não temer as autuações.


Publicidade
Publicidade