Publicidade
Manaus
DOAÇÃO

Lacc lança campanha de doação de alimentos não perecíveis para pacientes

Entre os projetos sociais desenvolvidos pela ONG, está a doação mensal de cestas básicas a pacientes em situação de vulnerabilidade 23/08/2018 às 10:47
Show show lacc de78eb70 c521 4d56 a7ff 7ad5963df80b
(Foto: Divulgação/Assessoria)
acritica.com

A Liga Amazonense Contra o Câncer (Lacc), entidade que auxilia, há mais de 60 anos, pacientes oncológicos de baixa renda, está lançando uma nova campanha, com foco na arrecadação de alimentos não perecíveis. Entre os projetos sociais desenvolvidos pela ONG, está a doação mensal de cestas básicas a pacientes em situação de vulnerabilidade. Os principais beneficiados com a ação são portadores de neoplasias malignas que vêm do interior e de outras unidades da Federação, em busca de tratamento especializado em Manaus, explicou o presidente da instituição, mastologista Jesus Pinheiro.

Ele destaca que os alimentos não perecíveis, tais como arroz, feijão, óleo, sardinha, achocolatado, leite em pó, macarrão, farinha, entre outros, podem ser entregues na sede da instituição, na rua Padre Manuel da Nóbrega, Dom Pedro, zona Oeste, atrás do colégio La Salle. A campanha também inclui produtos de higiene pessoal, como sabonete, shampoo, condicionador e creme dental.

"Fazemos isso porque sabemos como é difícil se manter em uma cidade sem familiares, durante um longo tempo, e passando por um tratamento tão difícil como é o de combate ao câncer. Nossa proposta é acolher esses pacientes de baixa renda, ajudando-os nesse momento crítico da vida, que é quando mais precisamos de apoio", destacou o presidente.

Ele lembra que a Lacc trabalha, atualmente, a partir de recursos exclusivos doados pela sociedade, através dos telefones (92) 21014949 e 21014900 e do site www.laccam.org.br . De acordo com Jesus Pinheiro, a Liga também aceita transferências bancárias para a conta corrente 691017-3, agência 0482-0, Bradesco, CNPJ 044991820001-48).

Outros projetos

A Lacc destina, diariamente, mais de 380 lanches a pacientes que aguardam atendimento ambulatorial na FCecon. Além disso, cerca de 100 pessoas são contempladas, mensalmente, com a doação de cestas básicas sortidas. A entidade também transporta 40 pacientes/dia, de casa ao hospital, para tratamento; doa kits de alimentação especial; financia passagens terrestres e fluviais a quem tem domicílio no interior e tem uma hospedaria equipada para receber pessoas de fora, mas que depende do aumento da receita para entrar em funcionamento. “Estimulamos a população a ajudar, porque sabemos que é uma causa importante. Fazer o bem é uma responsabilidade de todos nós”, concluiu o presidente.

*Com informações da assessoria de comunicação.

Publicidade
Publicidade