Publicidade
Manaus
Manaus

Ladrão rouba celular e é preso após enviar ‘selfie’ por WhatsApp para vítima durante ‘paquera’

Após roubo, infrator continuou a usar número de telefone da vítima. Por aplicativo de bate-papo, a garota enviou mensagem para o antigo celular fingindo estar interessada no bandido, e pediu que ele enviasse uma foto 20/10/2014 às 21:31
Show 1
Identificado por foto, assaltante acabou capturado pela PM
VINICIUS LEAL Manaus (AM)

Patrick Afonso Pinheiro Gama, 18 anos, foi preso na madrugada desta segunda-feira (20) em Manaus suspeito de roubar um celular de uma garota no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus. Ele só foi capturado porque foi enganado e enviou uma foto dele mesmo para uma prima da vítima durante conversa por mensagens no aplicativo WhatsApp.

A vítima, uma jovem que preferiu não ter o nome revelado, teve o aparelho de celular assaltado por Patrick quando passava pela rua Francisco Orellana, no Dom Pedro, em frente à Fundação Cecon. Após certo tempo, Patrick continuou a usar o antigo chip com número da garota e, sem perceber, foi iludido por uma prima dela através de mensagens de bate-papo.

Como estratégia para enganá-lo, a vítima e a prima dela arquitetaram plano e uma delas fingiu estar interessada por Patrick. Após trocar algumas mensagens no WhatsApp, a prima pediu que o mesmo enviasse uma foto “selfie” para ela, o que foi prontamente atendido pelo bandido “galanteador”. A garota, que é namorada de um policial militar, conseguiu identificar o rosto do assaltante.

A foto de Patrick foi enviada para celulares de vários policiais militares que atuam nas redondezas do bairro Dom Pedro e, após buscas, a equipe “Carcará”, da 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), localizou o infrator na rua 3 do bairro Alvorada 2, ainda na Zona Centro-Oeste da capital, durante patrulhamento.

Patrick foi abordado em via pública e confessou o crime. Ele levou os policiais da 10ª Cicom até uma “boca de fumo” onde ele havia deixado o celular como pagamento de uma dívida com traficantes. A vítima reconheceu Patrick e o mesmo foi autuado por roubo majorado no 10º Distrito Integrado de Polícia, mas responderá pelo crime em liberdade.

Publicidade
Publicidade