Sábado, 20 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Manaus

Lançada em Manaus campanha educativa em defesa dos idosos

A proposta é conscientizar a população quanto ao respeito dos direitos da pessoa idosa no interior dos ônibus do transporte coletivo da cidade


18/04/2013 às 17:27

Com a presença de diversos grupos de idosos da cidade de Manaus e autoridades, foi lançada nesta quinta-feira (18), a campanha educativa “Seja Educado. Idoso tem Prioridade”, no Centro de Convivência do Idoso de Aparecida, Zona Sul.

Atualmente, a capital amazonense possui população com mais de 150 mil idosos, o que representa quase 10% do total de habitantes de Manaus. Uma das maiores queixas dos usuários idosos do transporte coletivo é em relação ao desrespeito da população quanto ao assento preferencial, determinado por lei federal amparado pelo Estatuto do Idoso, além de maus-tratos psicológicos.

A campanha segue nos terminais de passageiros até o dia 15 de junho com a distribuição de leques informativos para a população, data em que será encerrada com uma caminhada em defesa dos direitos dos idosos pelas principais ruas da cidade. Promovida pela Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, Adolescente e Idoso da Câmara Municipal de Manaus (CMM), presidida pelo vereador Elias Emanuel, a iniciativa tem apoio ainda da Universidade Aberta da Terceira Idade (Unati), dos Conselhos Municipal e Estadual do Idoso, Fórum Permanente do Idoso e da empresa de ônibus Açaí Transportes.

“Estamos transformando o sonho em realidade neste momento. Os idosos estão insatisfeitos dentro do transporte coletivo. Pesquisei e descobri que só neste primeiro trimestre deste ano (janeiro, fevereiro e março), a SMTU recebeu mais de duas mil denúncias e queixas de idosos sobre maus-tratos sofridos dentro dos ônibus”, afirmou.

Elias chamou a atenção à juventude de Manaus sobre o respeito aos idosos dentro dos ônibus. Se baseando em relatos de pessoas idosas que usam o sistema coletivo, ele afirmou que muitos passageiros, de todas as idades, sentam nos assentos preferenciais e quando vêem idosos entrar nos ônibus fingem estar dormindo, escutando músicas com fones de ouvido ou ao falando ao celular, ignorando a presença destes usuários.

A diretora do Centro de Convivência do Idoso da Aparecida, Renata Kelly Elisiário, afirmou que esta é uma campanha educativa para mobilizar toda a sociedade, sejam crianças, adolescentes, jovens, adultos, sejam motoristas e cobradores de ônibus.

Para o diretor-presidente da Unati, o médico Euler Ribeiro, a iniciativa faz parte da educação continuada da sociedade e que tanto crianças quanto adultos têm que respeitar o idoso. A mesma opinião é compartilhada pela coordenadora do Fórum Permanente do Idoso, Fátima Castilho Leite, de que é preciso massificar a educação social junto a comunidade. “Que a ação seja permanente e que não seja apenas um cartaz”, conclamou o superintendente da Superintendência Municipal de Transporte Urbano (SMTU), Pedro Carvalho.

Participaram ainda do lançamento da campanha o vice-presidente do Conselho Estadual do Idoso, Jorge Wagner Lopes, o delegado titular da Delegacia Especializada de Crimes contra o Idoso, Luiz Veiga, o defensor público do núcleo do idoso da Defensoria Pública, Vítor Kikuda e o diretor-presidente da empresa Açaí Transporte, Carmine Furletti.

Durante o lançamento, o grupo de teatro da Unati, cujos integrantes são pessoas que estão na terceira idade, realizaram uma apresentação mostrando o cotidiano vivido pelos idosos dentro dos ônibus.O encerramento foi brindado com a voz da cantora Ketlen Nascimento.

*Com informações da assessoria do vereador Elias Emanuel

publicidade
publicidade
Paulo Guedes deixou claro que não acaba com a ZFM porque é lei mas vai matá-la à míngua, diz senador
LDO de 2020 prevê reestruturação da carreira militar e exclui reajuste para servidores
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.