Sem irregularidades

Laudo aponta que freios de caminhão envolvido em acidente no Japiim estavam funcionando normalmente

Acidente resultou na morte de madrasta e enteada no dia 27 de agosto. Laudo mostra que acidente foi de responsabilidade do motorista do caminhão

Thiago Monteiro
28/09/2021 às 23:10.
Atualizado em 08/03/2022 às 23:02

(Foto: Filipe Távola)

O laudo pericial do Departamento de Polícia Técnico Científica (DPTC) apontou que os freios do caminhão que esmagou e matou Suzy da Silva Pedrosa, 37, e Maria Eduarda Cardoso Caldas, 17, madrasta e enteada, estavam funcionando normalmente, no trágico acidente de trânsito que ocorreu no dia 27 de agosto deste ano, na avenida Rodrigo Otávio, no bairro Japiim, Zona Sul de Manaus.

De acordo com o delegado Luiz Humberto Monteiro, titular da Delegacia Especializada em Acidentes de Trânsito (DEAT), o laudo apontou que a responsabilidade foi do motorista Ivanir Souza Amorim, 41, que estava em excesso de velocidade da avenida.

Conforme o titular da DEAT, o inquérito policial do caso foi finalizado na especializada e encaminhado para Justiça do Amazonas.

O CASO

No dia 27 de agosto, Suzy e Maria foram esmagadas em um Honda Fit, de cor prata em um acidente de trânsito envolvendo dois caminhões. O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) precisou de mais de duas horas para retirar os corpos das vítimas das ferragens.

Segundo a Polícia Civil do Amazonas, no dia do crime Ivanir foi encaminhado ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi autuado por homicídio culposo pelo delegado Mauro Neto, plantonista da delegacia.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por