Publicidade
Manaus
Manaus

Laudo sobre a morte do estudante da UEA sai nos próximos dias

Segundo a família do estudante encontrado morto dentro da caixa d’água nas dependências da UEA, laudo sairá no dia 13 10/01/2015 às 09:19
Show 1
Após a retirada do corpo do estudante, funcionários limparam a caixa da universidade
perla soares ---

 O titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS)  Paulo Martins informou que o caso da morte do estudante de medicina da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) Dalmir Albuquerque Costa Júnior, 23, encontrado morto dentro da caixa d'água da Escola de Ciências de Saúde (ESA), na avenida Carvalho Leal, na  Cachoeirinha, Zona Sul, está prestes a ser concluído.

Segundo ele,  todos os envolvidos foram ouvidos  e que na semana que vem o caso será encaminhado a justiça. Daniel  Costa, irmão de Dalmir Júnior, disse que na semana do Natal procurou a delegacia de homicídio para saber sobre o inquérito, mas foi informado que não tinha novidades e que a polícia estava esperando a conclusão do laudo, que sairia em 30 dias, e que estão aguardando o próximo dia 13, quando completa um mês do fato ocorrido para cobrarem da polícia a conclusão do laudo. “Eu ainda perguntei se o Alexandre tinha sido ouvido, eles (polícia) me informaram que sim, e tinha levado três advogados junto, estranho não? Para que tanto advogado se ele diz que não tem nada a ver com o caso?”, indagou Daniel.

O irmão de Júnior ainda em entrevista à reportagem de A CRÍTICA, disse que o celular do irmão, onde tem conversas de Alexandre com Júnior, e fotos da garrafa de bebidas, uma garrafa de vodka e um óculos de grau, que foi encontrado junto com o corpo, foram entregues à polícia como prova para ajudar nas investigações. “Espero que todas as provas sirva para elucidar o caso e tudo seja esclarecido”, disse.

Daniel ainda disse que espera uma resposta da polícia o quanto antes, pois é difícil imaginar o motivo para tal fato. “Se realmente foi um acidente ou não, se houve omissão de socorro, que a justiça seja feita”, finalizou.

 Caso

Dalmir Albuquerque Costa Júnior, saiu de casa no final da tarde do dia 12 de dezembro, para um passeio de carro e acabou indo à casa de um amigo, localizada no bairro Cachoeirinha, Zona Centro-Sul de Manaus, nas proximidades da ESA.

Segundo Daniel de Souza Costa, irmão de Dalmir, o estudante chamou o amigo pra ir pro terraço da ESA, onde costumavam ir devido à boa vista proporcionada pelo local, porém o amigo recusou o convite, alegando ter um compromisso. O estudante, então, foi ao terraço sozinho. Horas depois foi encontrado morto.

Investigação

Questionado sobre a conclusão das investigações Paulo Martins disse que só se pronunciará assim que concluir o caso. “Todos os inquéritos que são investigados pela polícia civil,  depois de concluídas as investigações,  são encaminhados a Justiça, qualquer que seja o motivo”, disse Martins.

Publicidade
Publicidade