Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
VELOCIDADE PERIGOSA

Lei Seca flagra 26 motoristas alcoolizados durante final de semana em Manaus

Condutor flagrado é punido com multa no valor de R$ 2.934,70, recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e suspensão do direito de dirigir por até 12 meses



FLAGRADO_C2DCCD23-0EC8-427E-AA21-728FF94B4554.JPG Foto: Divulgação
11/11/2019 às 10:02

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) notificou, durante Operação da Lei Seca realizada entre a noite de sexta-feira (08/11) e a madrugada desta segunda-feira (11), 26 motoristas dirigindo sob efeito de álcool em Manaus. Durante as operações, que foram realizadas em diversas zonas da cidade, mais de 800 veículos foram fiscalizados.

De acordo com os dados divulgados pelo Departamento de Trânsito, foram feitos 465 testes de etilômetro (bafômetro), que resultaram na remoção de 20 veículos ao pátio do órgão, sendo 14 carros e seis motocicletas. A operação ainda autuou 89 motoristas em flagrante pela prática de outras infrações ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e apreendeu 23 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e 17 Certificados de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV).



O reforço na fiscalização faz parte da estratégia do Governo do Estado, implementada pelo diretor-presidente da instituição, Rodrigo de Sá, para diminuir os índices de vítimas fatais e lesionadas no trânsito. “Muitos motoristas ainda insistem em desobedecer às leis de trânsito, mas os agentes da Operação Lei Seca, com o apoio da Polícia Militar, estão empenhados para que vidas sejam preservadas no trânsito do nosso estado”, afirmou um dos coordenadores do Núcleo Especializado em Operação de Trânsito (Neot), Wendel Menezes.

A Polícia Civil e o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar também fazem parte da operação Lei Seca. O alvo da Operação é o condutor que apresentar índice a partir de 0,05 mg de álcool por litro de ar durante o teste. Ele será punido com multa no valor de R$ 2.934,70, recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e suspensão do direito de dirigir por até 12 meses. O veículo ficará retido até que um condutor capacitado apareça para retirá-lo.

Uma pessoa foi apresentada no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), após o teste de bafômetro acusar 0,49 mg de álcool por litro de ar. O coordenador lembrou que, caso o teste do etilômetro acuse a partir de 0,34mg, ou o condutor se recuse a fazê-lo, mas apresente um conjunto de sinais que configurem embriaguez, o mesmo será conduzido à delegacia e responderá pela prática de crime ao volante.

 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.