Publicidade
Manaus
ELEIÇÕES

‘Leite do Meu Filho’ voltará, afirma vice do candidato Amazonino Mendes

Vice na chapa de Amazonino, Rebecca Garcia defendeu o retorno do programa de distribuição de leite para famílias carentes 27/09/2018 às 20:16 - Atualizado em 27/09/2018 às 20:17
Show rebecca 2f8c3ac0 329c 48ea a147 c7a0e3289df9
Foto: Arquivo AC
Náis Campos Manaus (AM)

A candidata a vice-governadora da chapa de Amazonino Mendes (PDT), Rebecca Garcia (PP), afirma não ter medo de sua posição ser “descartada”, ou deixada de lado, em um eventual novo mandato do governador do Estado. Ela se apega ao fato de que Amazonino, ao convidá-la para a composição do seu staff, prometeu um espaço à candidata do mesmo tamanho do seu dentro da estrutura do Executivo.

Nesse cenário, a progressista seria uma espécie de “gerentona” para garantir o funcionamento das secretarias estatais. “Quando ele (Amazonino) me fez o convite disse que precisava agregar minhas ideias e projetos às dele”, explicou Rebecca durante entrevista concedida nesta quinta-feira (27) ao portal A Crítica.

Um desses projetos é voltado às políticas públicas em favor das mulheres, como a construção de pelo menos nove maternidades  no interior. A proposta foi importada de seu plano de governo quando concorreu, em 2017,  à vaga tampão do cargo.

“Pretendo também implementar um plano-diretor de esportes, bem como o retorno do programa ‘Leite do Meu Filho’, criado pelo atual governador quando foi prefeito de Manaus, entre 2009 a 2012”, enumera.

Ainda na área da saúde, Rebecca declarou que, com o corte das sangrias, “responsáveis pela roubalheira aos cofres do Estado”, será possível a implantação de novos recursos de amparo ao interiorano, como a criação de salas de tele-medicina para agilizar, de forma integrada, os resultados de diagnósticos de exames. “Para isso vamos implementar uma internet de qualidade, fortalecer a formação de técnicos para operar os equipamentos, como mamógrafos”, adiantou.

Além de Giuliani

Rebecca Garcia também defendeu a política de segurança pública adotada pelo Estado, por meio da contratação do escritório do ex-prefeito de Nova Iorque, Rudolph Giuliani, ao esclarecer que a proposta vai além do combate à violência, propriamente dita. Pelo relato da ex-deputada, está previsto no programa um lado social com um olhar direcionado às ações de acompanhamento do status do crescimento das crianças.

Esse programa, aliado à ideia de Rebecca em fortalecer os primeiros anos de ingresso dos menores na escola pública, passa  pelo aperfeiçoamento do ensino nas fases de alfabetização, fundamental e médio.

“Ao finalizar essas etapas, nossos alunos estarão em pé de igualdade com quaisquer outros estudantes e prontos para a faculdade”, acredita. Para isso, a candidata projeta a  construção de escolas técnicas estaduais para potencializar a capacidade dos alunos para o mercado de trabalho.

Dentro dessa visão que inclui o ensino, trabalho e renda, a vice de Amazonino tem um plano para a criação de mais postos de empregos a partir da isenção total de ICMS para a construção civil. A contrapartida, explica,  para a recomposição das contas públicas,  virá do próprio trabalhador: “Ao se gera emprego, geram-se tributos”.

Publicidade
Publicidade