Publicidade
Manaus
Manaus

Literatus e Biosfera fecham parceria para oferecer ensino integrado para o vestibular

A sociedade visa alinhar o conteúdo do 3° ano do ensino médio com os conteúdos que cairão no Vestibular, com o intuito de facilitar o aprendizado e a preparação dos alunos que buscam uma vaga no ensino superior 19/10/2014 às 17:40
Show 1
Para professores e alunos do CEL, integrações das metodologias de ensino e conteúdos vão facilitar a preparação
A Crítica Manaus (AM)

Com o objetivo de preparar melhor o aluno e oferecer ferramentas que o ajude a ter sucesso na entrada para a universidade, o Centro de Ensino Literatus (CEL) fechou uma parceria com o cursinho Biosfera Vestibulares. A sociedade visa alinhar o conteúdo do 3° ano do ensino médio com os conteúdos que cairão no Vestibular, com o intuito de facilitar o aprendizado e a preparação dos alunos que buscam uma vaga no ensino superior e que querem ter uma formação qualificada.

A parceria é uma ideia antiga entre as duas instituições que, depois de muita análise, concretizou-se esta semana. O coordenador do Biosfera, Mozart de Assis, destacou os benefícios que a nova metodologia vai oferecer a todos os alunos que estão em processo de formação no ensino médio.

“Em Manaus, a ideia de integrar o 3° ano e o cursinho é uma novidade, mas no Sul do País já acontece. A grande vantagem é o ganho de tempo por parte dos alunos na locomoção e no sistema de aprendizado. Porque normalmente o aluno estuda pela manhã e à tarde ele busca um reforço ou um cursinho para ele se preparar melhor pra o Vestibular. Isso faz com que ele tenha uma jornada muito cansativa, porque nem sempre as disciplinas que ele vê no colégio são coincidentes com o que ele vê no cursinho. E chega um momento que o aluno não aguenta.  E a ideia de fazer essa fusão com o regime integral é que ele vai estudar no mesmo local todas as disciplinas”, destacou.

Mozart explicou o atual quadro de concorrência do sistema do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que, de acordo com ele, está cada vez mais concorrido. “A preparação do aluno tem que ser global, não se pode mais pensar em preparar o aluno pensando apenas na concorrência local. Aqui o aluno terá uma assessoria pedagógica muito grande, com um plantão tira dúvida, onde o aluno vem pela manhã, assiste às aulas, e, à tarde, ele vem com o professor para fazer as tarefas das aulas que ele assistiu de manhã, além de tirar as dúvidas com o professor”, explicou.

Segundo o coordenador do CEL, Marcial Tavares, devido ao aumento desta concorrência, que se intensificou nos últimos anos, a preparação do aluno tem que ser realizada de forma que o deixe apto a concorrer em qualquer nível.

“A parceria entre CEL e Biosfera visa oferecer um suporte e uma metodologia de aprendizado dinâmicos ao aluno, para ajudá-lo a desenvolver habilidades e competências para realizar qualquer tipo de prova que exija um preparo intelectual e psicológico grande. Ele (o aluno) se sentirá muito mais seguro para realizar qualquer tipo de prova, além do aprendizado se tornar muito mais agradável para ele”, conta.


Publicidade
Publicidade