Publicidade
Manaus
Manaus

Mãe e filha de 2 meses de idade são encontradas mortas dentro de quitinete, em Manaus

A suspeita é que a mãe, de 22 anos, tenha se suicidado e a filha morrido de fome. A mãe foi achada enforcada e a bebê estava, de bruços, sobre a cama 09/09/2015 às 12:34
Show 1
Caso ocorreu em um quitinete na rua Diagonal, no bairro Betânia, na Zona Sul de Manaus
Édria Caroline Manaus

A estudante Micaely de Souza Cerdeirinha, de 22 anos, e a filha dela, Thalita Souza Duarte, de apenas 2 meses de idade, foram encontradas mortas na noite desta terça-feira (8) dentro do quitinete onde moravam, na rua Diagonal do bairro Betânia, na Zona Sul de Manas. A suspeita é que a mãe tenha se suicidado e a bebê morrido de fome.

De acordo com vizinhos da vítima, que não quiseram ser identificados, Micaely foi vista pela última vez com a filha nos braços, passando pela rua, no domingo de manhã. Depois disso, ela não foi mais vista. Uma vizinha e amiga de Micaely achou estranho o fato da jovem nunca mais ter aparecido e chamou um pedreiro para arrombar a porta casa.

Foi quando eles encontraram Micaely enforcada com o punho de uma rede e, abaixo dos seus pés, um banco pequeno, que teria sido usado por ela no momento da morte. A criança estava de bruços, também morta, em cima da cama. No Instituto Médico Legal (IML), a causa da morte da criança está como “indefinida”.

Ainda segundo o laudo do IML, a jovem morreu ainda no domingo e a filha na segunda-feira (7), de fome e sede. A principal suspeita da polícia é que a jovem teria cometido suicídio. Vizinhos contaram que Micaely teria se afastado e dito que “não queria mais a amizade de ninguém”. Familiares não quiseram falar sobre o caso, que foi registrado no 7º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Publicidade
Publicidade