Publicidade
Manaus
TRÂNSITO

Maio Amarelo: Detran-AM lança campanha de conscientização nesta quinta-feira (10)

Equipes da gerência de Educação de Trânsito do órgão vão estar em escolas públicas e particulares, empresas e órgãos públicos, realizando palestras 09/05/2018 às 18:33
Show show 1
acritica.com Manaus (AM)

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) realiza, nesta quinta-feira (10), a abertura oficial do Maio Amarelo – “Nós Somos o Trânsito”, a partir 18h, no auditório da faculdade Ciesa, localizada na avenida Torquato Tapajós, Flores, zona centro-sul de Manaus. 

Durante todo este mês, serão realizadas ações educativas para conscientizar a população manauense para a redução nos índices de acidentes e mortes no trânsito. A campanha tem o intuito de promover a reflexão da população, sobre a importância da mudança de comportamento de cada cidadão dentro de seus deslocamentos diários no trânsito e a redução no índice de acidentes.

“Conscientizar motoristas e reduzir o número de acidentes são os nossos desafios. Por isso intensificamos as ações educativas e as fiscalizações de trânsito”, explicou o diretor-presidente do Detran-AM, Vinicius Diniz.

As equipes da gerência de Educação de Trânsito do órgão vão estar em escolas públicas e particulares, empresas e órgãos públicos, realizando palestras e orientando como e o que devemos fazer para ter um trânsito mais seguro, para motoristas e pedestres.

Para atingir o maior número de pessoas, a campanha vai contar com a distribuição de material promocional (lixeiras, flanelas e squezes) e apresentação de fantoches. Também está programado um passeio ciclístico que será realizado no dia 23 durante a Faixa Liberada na orla da Ponta Negra.

Reflexão

Assim como em 2017, o tema de 2018 propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e propõe uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro.

“É preciso que haja uma mudança de comportamento no trânsito para que possamos salvar vidas e evitar a dor de uma família ao ter que enterrar um ente querido vítima de um crime de trânsito. Vamos continuar trabalhando de forma integrada para conseguir alcançar um índice ainda maior de vidas salvas”, destacou Vinicius Diniz.

Publicidade
Publicidade