Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Manaus

Maior evento realizado a céu aberto na Zona Leste, encenação contará com 300 voluntários

A CRÍTICA mostra a história de união e a fé de moradores do bairro Armando Mendes, que há 21 anos fazem o espetáculo A Paixão de Cristo


02/04/2015 às 21:23

O amor a Deus e a vontade de ajudar o próximo motiva todos os anos pelo menos 300 voluntários, a maioria deles do bairro Armando Mendes, localizada na Zona Leste, a realizar há 21 anos o espetáculo teatral “A Paixão de Cristo”, sempre na Sexta-Feira Santa.

O espetáculo é o maior evento a céu aberto realizado na Zona Leste, segundo os organizadores, e será apresentado, nesta sexta (3), a partir das 19h, com entrada gratuita, no campo de futebol da Liga Desportiva do Armando Mendes. O encerramento deverá ser feito pelo arcebispo metropolitano de Manaus, Dom Sérgio Castriani.

O projeto, iniciado pelo grupo de jovens “Paixão de Cristo” do  Centro Paroquial São Domingos Sávio, em 1995, envolve praticamente todos os moradores do bairro Armando Mendes e adjacências. São realizados bingos e rifas para angariar recursos para serem investidos na apresentação, orçado este ano em R$ 70 mil.

“Todo mundo colabora como pode. Infelizmente não temos ajuda do poder público. Por isso contamos com o apoio da comunidade. Gostaríamos muito que nossos jovens fossem capacitados. O que temos é a parceria de muitos voluntários que se dedicam ao máximo para ajudar na realização deste avento”, desabafou o diretor da peça, Anderson Braga, salientando que o projeto envolve pessoas de todas as idades, especialmente as crianças e adolescentes.

Voluntários

Uma das voluntárias é a técnica em Laboratório Erika Rosas, 24, que entrou para o projeto quando tinha 14 anos. Ela começou participando do grupo de jovens e chegou a interpretar Maria. Atualmente, é a diretora de Dança do espetáculo.  “Fiquei encantada com o grupo e, principalmente, com o amor da comunidade em fazer as coisas acontecerem. Aqui encontrei a paz que precisava. Trouxe toda a minha família: meus irmãos e pais. Hoje, agradeço muito a Deus pelas bênçãos em minha vida. E apesar da carga horária de trabalho puxada, ainda, assim dedico o resto do tempo à evangelização e a ajudar o próximo”, desabafou. 

Outro voluntário é o autônomo Jackson Ferreira Lima, 38, que participa do grupo há 20 anos. Ele disse que se tornou mais responsável e maduro. “Todos somos irmãos e procuramos ajudar o outro. Hoje sou responsável pelo cenário do espetáculo, mas também ajudo a vender bingos, rifas, tudo para arrecadarmos dinheiro para custear as despesas desta apresentação”.

Tradição já dura 21 anos

A apresentação Paixão de Cristo está na 21ª edição e terá como tema deste ano “A Profecia”. O espetáculo vai narrar os últimos momentos de vida pública de Jesus Cristo na terra e vai saudar, ainda, a memória de Moisés, o principal profeta do judaísmo e do cristianismo.

“Vamos manter a tradição de apresentar alguns milagres de Jesus até sua condenação, morte e ressurreição. No entanto, queremos fazer uma homenagem a todos os profetizados”, salientou o diretor da peça, Anderson Braga, ao deixar escapar que o ponto alto da encenação será o encontro de Maria com Jesus após a crucificação.

A diretora de Núcleo de Teatro, Ana Carolina Almeida, informa que a peça é planejada a partir do mês agosto. Segundo ela, é escolhido um tema e a partir dele é feita a pesquisa bíblica, é pensado o figurino e toda a apresentação do espetáculo. “Como sou formada em História, faço todo o trabalho de pesquisa bíblica. E cada voluntário fica responsável por uma parte. É um trabalho em equipe”, explicou.

Além do espetáculo teatral, formado por 65 atores da própria comunidade, um corpo artístico de dança, com 25 bailarinos, e 30 figurantes, contará com a participação especial de 25 pessoas da equipe de música da igreja São Sebastião.

Saiba mais: apresentação

O Espetáculo “A Paixão de Cristo” será apresentado hoje, a partir das 19h, com entrada gratuita, no campo de futebol da Liga Desportiva do Armando Mendes.

*Fundação

O grupo de teatro apresentou a primeira edição do espetáculo em 1995, no Centro Paroquial São Domingos Sávio, localizado no bairro Armando Mendes, encenada pelos primeiros integrantes dos grupos de jovens da igreja.

*Mudança

Em 2001, o espetáculo passou a ser encenado no campo de futebol da comunidade.

*Cenário

Hoje o cenário é feito de estruturas de ferro, montadas por artistas de Parintins.

Foto:Euzivaldo Queiroz

Dom Sérgio Castriani, arcebispo de Manaus, participará do encerramento da encenação

publicidade
publicidade
TJD-AM julga impugnação de partida que pode mudar rumos do Barezão
Greve completa uma semana e professores esperam contraproposta
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.