Publicidade
Manaus
Manaus

Mais camelôs serão realocados para shopping e galerias provisórias ao longo de 2015

Prefeitura de Manaus planeja a conclusão do Shopping do Terminal 4 (T4), na Zona Norte da capital amazonense, para 2015 - e com ela, a realocação de centenas de camelôs 31/12/2014 às 10:18
Show 1
Pouco mais de mil ambulantes já foram realocados: 317 na Galeria Espírito Santo, 220 na Galeria dos Remédios, 44 optaram pelo financiamento de R$ 10 mil e o restante estão em casa ou nos provisórios, aguardando a inauguração do Shopping T4
PERLA SOARES E NELSON BRILHANTE Manaus (AM)

No final de 2014, em entrevista ao jornal A CRÍTICA, o prefeito de Manaus, Artur Neto, anunciou alguns projetos para o ano de 2015, como a orla da capital, revitalização do centro histórico, dentre outros. Porém, para o secretário do Centro (Semc),  Glauco Luzeiro, o mais relevante  é  o projeto, elaborado em 2013, planejava a saída de todos os  2.082 camelôs identificados pela Prefeitura de Manaus, no centro da cidade.

Segundo Glauco, do total, 1.005 já foram realocados. Estão 317 na Galeria Espírito Santo, 220 na Galeria dos Remédios, 44 optaram pelo financiamento de 10.000 reais através do Fundo Municipal de Fomento a Micro e Pequena Empresa (Fumipeq) e, os demais, estão em casa ou nos provisórios, aguardando a inauguração do Shopping T4.

Ainda de acordo com o secretário, o projeto “Viva Centro Galerias Populares”, que está promovendo a revitalização do Centro e faz parte desse processo a retirada dos camelôs das ruas, irá ser concluído em 2015. Primeiro, eles são realocados nos camelódromos provisórios e depois, sim, estarão todos realocados na Galerias.

Durante esse período os camelôs recebem a Bolsa Empreendedor, custeada pela Fumipeq, no valor de R$ mil, para complementar a renda familiar, mas a bolsa está disponível apenas para os camelôs que realizam a qualificação coordenada pela Escola de Serviço Público Municipal (Espi). Os 997 camelôs estão aptos a receber a bolsa até começarem a trabalhar nas Galerias Populares em 2015.

A novidade sobre  os ambulantes é que, quem tem cadastro será realocado para feiras em bairros onde moram, com o aval da (Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab). Em 2015, o Centro Seguro continuará com apoio das polícias civil e militar.

“O projeto Centro Seguro independe de datas sazonais. Sua continuidade para 2015 está prevista, sim. E sempre com o apoio das polícias. Quando uma operação é planejada, a polícia entra em campo, faz toda a investigação necessária e, no dia da operação, já trabalha os alvos certos”, comentou Glauco.

O secretario municipal do Centro deu destaque à realocação completa dos camelôs em 2015. Porém, disse que existem muitos projetos bons para a área, a serem iniciados e/ou realizados em 2015. Mas, o anúncio destes, cabe ao prefeito Artur Neto.

Manaus Moderna fica para 2015

Na edição de ACRÍTICA do dia 7 de dezembro de 2014, foi publicada matéria que tratava do estado de deterioração em que se encontrava a Manaus Moderna, mais especificamente as muretas e o calçadão que se estende por toda a orla.

Em toda a extensão, a mureta apresentava trechos destruídos, bem como o piso do calçadão estava cheio de buracos. Na época, a assessoria da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) informou que “o projeto de revitalização da orla de Manaus está aprovado e licitado. O serviço será iniciado na próxima semana”.

A situação na Manaus Moderna continua na mesma e a Seminf não voltou a se manifestar sobre o assunto. Quanto as obras de recuperação da Praça da Matriz, a informação é que a responsabilidade passou a ser da Secretaria Municipal de Governo. A conclusão das duas obras entram no rol das perspectivas de realizações em 2015.

Publicidade
Publicidade