Domingo, 16 de Junho de 2019
DADOS

Mais de 28 mil pessoas vivem em áreas de risco em Manaus, diz Defesa Civil

Segundo dados da Defesa Civil do município há 734 áreas de risco em Manaus. Ao todo, 150 voluntários do Núcleo de Defesa Civil na Comunidade (Nupdec) ajudam a monitorar os locais de risco



risco.JPG Foto: Antonio Menezes
23/01/2017 às 11:31

Mais 28 mil pessoas ainda perdem o sono sempre que nuvens mais escuras cobrem o céu de Manaus. Isso porque elas moram nos 734 setores de risco espalhados pela cidade. A Defesa Civil do Município diz que tem 150 voluntários do Núcleo de Defesa Civil na Comunidade (Nupdec) que ajudam a monitorar esses locais. Mas o número é pequeno frente à demanda. Quem mora no Nova Vitória, na Zona Leste, por exemplo, onde não há voluntários do Nupdec, conta apenas com os vizinhos.

O bairro possui áreas de riscos por deslizamento de encosta e inundações. A dona de casa Rayane Braga, 22, mora numa região que apresenta as duas situações. Mas seu maior medo é que o barranco deslize sobre sua casa. “Na chuva do dia 27 de dezembro o barranco cedeu muito e a construção abandonada que fica em cima está para cair. Acionei a Defesa Civil, um agente veio aqui só pegar meus dados e deixou um número para a gente ligar. Até agora ninguém atendeu”, conta.

Com a casa ao lado da irmã, o carpinteiro Jhonata Braga, 23, também anda preocupado com o que possa acontecer. E no caso dele, não bastasse o perigo que vem de trás da residência, ainda tem outro barranco na frente que está começando a ceder. “Estou trabalhando uma forma de intervenção para melhorar a estabilidade do terreno para conter a encosta. Aqui não temos apoio de ninguém e a Defesa Civil só vem quando fazemos manifestação na avenida principal”.

Na frente das casas dos irmãos, na rua São Lázaro, mora a dona de casa Eliana Rodrigues, 44. No caso dela, o problema é a inundação. “A água fica no joelho. As coisas ficam em cima de pedaços de madeira, mesmo assim quando começa a chover a gente corre para carregar para um local mais seguro. A situação é crítica. Na chuva é um socorrendo o outro. Moramos aqui porque não temos outra opção. Se alguém me desse um terreno ‘enxuto’, eu não pensaria duas vezes em aceitar”, disse.

40 comunidades

De acordo com a Defesa Civil Municipal, os 150 voluntários estão em 40 comunidades localizadas nos bairros Colônia Antônio Aleixo, Mauazinho, Tarumã, Jorge Teixeira e Cidade Nova, além da Zona Rural. O órgão informou que todos os voluntários passaram por curso de noções de defesa civil, percepção de risco, meio ambiente e sustentabilidade e primeiros socorros, além de visitas em locais de diferentes tipos de risco geológico para reconhecimento.

Visitas e orientações

Após a chuva do dia 27 de dezembro,  o secretário da Defesa Civil de Manaus, Cláudio Belém, disse que há em torno de 734 áreas de risco na cidade com aproximadamente 28 mil pessoas vivendo nesses locais. “Infelizmente a maioria dessas moradias ficam em áreas que não poderiam ser habitadas. Mas nós fazemos visitas constantes e orientamos as pessoas a buscarem abrigo seguro e depois acionar a Defesa Civil”.

Voluntários agilizam resposta do órgão

De acordo com a Defesa Civil de Manaus, além de monitorar os pluviômetros instalados na comunidade, os voluntários do Núcleo de Defesa Civil na Comunidade (Nupdec) atuam como primeira resposta,  informando a Defesa Civil quando o volume de chuva esta acima do esperado ou se houver indícios de deslizamentos na área.

Para o secretário da Defesa Civil de Manaus, Cláudio Belém, com a criação dos Núcleos Comunitários, o órgão conseguiu chegar aos locais mais rápido e, a qualquer indício de risco, como deslizamentos, alagamentos e ocupações irregulares em áreas de risco geológico, os voluntários entram em contato com o órgão.

“A parceria entre comunidade e Defesa Civil agilizou a resposta e também levou à comunidade informações do que é a Defesa Civil e o que faz o órgão”, disse Belém, destacando que, com base no mapeamento de áreas de risco de Manaus, existe previsão para a implantação de Nupdecs em outras áreas, como Compensa e Educandos.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.