Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019
SEMED

Mais de 4,5 mil livros serão entregues a alunos da rede municipal

Ação da Secretaria Municipal de Educação faz parte do Proemem. Investimento é de quase R$ 1 milhão



41981066271_6c7f3302e4_z.jpg (Fotos: Lton Santos/Semed)
08/05/2018 às 17:59

Aproximadamente 3,9 mil alunos da rede municipal de ensino que participam dos programas de correção de fluxo e reforço escolar, oferecidos pela Prefeitura de Manaus, em parceria com o Instituto Ayrton Senna (IAS), vão começar a receber, nas próximas semanas, 4,5 mil livros didáticos, adquiridos pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), como parte do Projeto de Expansão e Melhoria Educacional (Proemem), com investimento de quase R$ 1 milhão.

O Proemem é composto de quatro componentes, entre eles a melhoria e qualidade da educação pública municipal, trabalhando e dotando a área pedagógica da Semed para a continuidade do trabalho desenvolvido.



O gerente de Materiais Permanentes e de Consumo da Semed, Jerry Maquiné, ressalta que, como a secretaria já possui um trabalho consolidado na distribuição de bens, a entrega dos novos livros deve ser finalizada em um prazo curto.

“A distribuição dos livros está prevista para iniciar na quinta-feira. Vamos distribuir por distrito e cada distrito vai se encarregar de encaminhar para as escolas que trabalham com esses programas. Provavelmente conseguiremos entregar tudo em quatro dias úteis”.

Para a assessora da Divisão de Ensino Fundamental (DEF), Cristina Lima, que trabalha diretamente com os programas desenvolvidos em parceria com o Instituto Ayrton Senna, Cristina Lima, a chegada desses livros será fundamental para dar continuidade aos trabalhos.  

“Esses livros dão suporte especial, porque são diferenciados e produzidos diretamente para atender as demandas dos professores e alunos que participam do programa”, finaliza.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.