Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
trânsito no Feriadão

Mais de 600 motoristas foram autuados por infrações ao longo do feriado prolongado

As fiscalizações aconteceram nas principais ruas e avenidas da capital e principalmente nas saídas das rodovias estaduais, como a AM 010, que liga Manaus à Itacoatiara, e AM 070, que liga a capital ao município de Iranduba e Novo Airão, todos Região Metropolitana de Manaus (RMM)



infr1.jpg As fiscalizações aconteceram nos principais acessos as rodovias (Fotos: Evandro Seixas)
29/05/2016 às 19:08

Durante os quatro dias de feriado prolongado de Corpus Christi - que começou na última quinta-feira, foram expedidos   613 autos de infração para motoristas, segundo o Batalhão de Policiamento de Trânsito do Amazonas (Batran).
 O número registrado até o final da tarde de ontem é quase quatro vezes maior que as autuações do feriado do ano passado, quando o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) autuou cerca de 180 motoristas.

As fiscalizações aconteceram nas principais ruas e avenidas da capital e principalmente nas saídas das rodovias estaduais, como a AM 010, que liga Manaus à Itacoatiara, e AM 070, que liga a capital ao município de Iranduba e Novo Airão, todos Região Metropolitana de Manaus (RMM). Dos 613 autos de infração, 67 veículos de duas rodas (motocicletas) e 22 automóveis foram apreendidos. 

Segundo o Batran, as infrações mais recorrecentes continuam sendo  falta de documentos de porte obrigatórios, tanto do condutor quanto do veículo, má conservação do veículo e licenciamento em atraso. Além disso, cinco motoristas foram presos pela Lei Seca, por estarem dirigindo embriagados. 

De acordo com o major  Carliomar Brandão, do Batran, os números refletem o reforço da fiscalização. Embora os autos de infrações do feriado de Corpus Christi deste ano terem mais que triplicado em relação a 2015, o major acredita que os números diminuíram se comparado aos feriados. 

“Em comparação aos outros feriados prolongados, acredito que os motoristas estão se conscientizando, tanto por causa das campanhas quanto pelo reforço na fiscalização”.

Fiscalização da arsam

Enquanto os números alarmantes de autuações e apreensões de carros e motos apreendidas, a Agência Reguladora dos Serviços públicos Concedidos do Amazonas (Arsam), no entanto, notificou apenas um ônibus na Rodoviária de Manaus. Segundo o chefe de fiscalização do órgão, Elton Cavalcante, o problema foi técnico. “Houve uma falha no sistema de banheiro do ônibus, que deveria ter sido observado na garagem. Esse sistema precisou ser substituído e causou  um atraso na saída”. 

De acordo com Elton, o fato de apenas um ônibus ter sido notificado demonstra o esforço dos fiscais ao longo da semana. “Para gente é normal que esta estatística não tenha sido alarmante, pois é resultado das fiscalizações rotineiras de domingo a domingo, justamente para combater o transporte clandestino”. Elton acredita que Depois da divulgação da operação “Transporte Clandestino”, que retirou de circulação um ônibus que fazia o trajeto Manaus-Humaitá, há duas semanas, houve redução no número de transportes clandestinos circulando. 

Principal causa de autuação é dirigir sem possuir a CNH

Uma das principais causas de autuações é dirigir veículo sem possuir CNH ou Permissão para Dirigir, caracterizado como infração gravíssima, com perda de 7 pontos na carteira do proprietário do veículo, multa de R$ 574,61 (3x) e apreensão do veículo.

A partir de agora os motoristas também devem ficar em alerta para mais uma nova lregra. Recentemente, a  Lei 13.290/2016, que determina o uso obrigatório de farol baixo durante o dia em rodovias,  foi sancionada após aprovação no Senado Federal. O presidente interino, Michel Temer, vetou o artigo que torna o efeito da lei imediato, estipulando prazo de 45 dias para que ela entre em vigor. O descumprimento da lei será considerado infração média, que atualmente incide em quatro pontos na CNH  e multa de R$ 85,13. Mas, com a nova tabela de multas prestes a entrar em vigor nos próximos meses, o valor deve saltar para R$ 130,16.

Fluxo intenso desde quinta

Além da saída pela Ponte Rio Negro, o fluxo foi grande na última quinta-feira, principalmente na barreira da BR 174. O feriado e a 26ª edição da Festa do Cupuaçu atraiu milhares de pessoas para o município de Presidente Figueiredo, distante 117 quilômetros de Manaus. A estimativa era que aproximadamente 80 mil veículos deixassem a capital durante o feriado.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.