Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2020
CIDADANIA

Mais de 800 tiram documentos pessoais durante 'Muda Manaus' no Mutirão

Serviços ocorreram no Centro de Convivência da Família Teonizía Lobo, no bairro Amazonino Mendes (Mutirão). 'Muda Manaus' fica no bairro até este sábado (7)



sejuscz_9DA02335-73AC-49F2-99F7-4BC951A6B27A.JPG Foto: Divulgação
06/12/2019 às 15:31

Mais de 800 pessoas foram atendidas com emissão de documentos, serviço oferecido pela Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) no programa “Muda Manaus”, do Governo do Amazonas, que acontece no bairro Amazonino Mendes (Mutirão), Zona Norte de Manaus.

Os serviços ocorreram no Centro de Convivência da Família Teonizía Lobo, localizado na Rua da Penetração 3, Quadra 60, na Zona Norte, onde também são promovidas rodas de conversa sobre tráfico humano, igualdade racial, direitos dos idosos, prevenção à exploração e abuso sexual infantil, erradicação do trabalho escravo e direitos LGBTs, além de atendimentos no Ônibus da Mulher.



Segundo a titular da Sejusc, Caroline Braz, a programação da pasta foi definida conforme as demandas apresentadas pelos moradores do bairro. Ela destacou que, desde novembro, realiza reuniões com os líderes comunitários para levantar as principais dificuldades da área.

“A proposta do Governo é estar próximo do cidadão, e nós estamos dentro do bairro, ouvindo a comunidade, para que possamos mapear as necessidades e realmente atender às demandas na proporção apresentada pelos moradores”, afirmou a secretária. “Para ampliar a oportunidade na emissão de documentos, por exemplo, iniciamos os serviços na segunda-feira (2), e seguiremos até o próximo dia 13, no mesmo lugar. A médio e longo prazo, trabalharemos em outros espaços do bairro”.

Prioridade

Caroline Braz adiantou que o órgão disponibiliza serviços específicos para Pessoas com Deficiência (PcD), como cadastros de Passe Livre e Passe Legal, Habilitação e Adaptação, solicitação de cadeiras de rodas e de banho, assim como emissão de primeira e segunda via da carteira de identidade.

“Nossa equipe está atuando durante toda ação para apresentar ainda os serviços da pasta em abordagens sociais. É importante o cidadão conhecer a estrutura que o Governo oferece para ele”, comentou a secretária.

Público 

A cozinheira Auxiliadora Pinto, 42, estava no local para emissão da segunda via da certidão de nascimento, identidade e carteira de trabalho. “Às vezes não temos condições financeiras nem tempo para procurar um órgão público, então essa oportunidade no nosso bairro facilita em tempo e dinheiro, porque não precisamos nem de transporte”, disse a moradora.

Leujane Silva, 30, filha da aposentada Maria Marinho, 73, que aguardava o serviço de emissão de documentos, também aprovou a iniciativa. “Vim acompanhar a minha mãe, que teve a carteira de identidade roubada e precisa tirar outra. Achei a estrutura boa e pretendo trazer meu filho de 16 anos”, comentou.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.