Publicidade
Manaus
NÚMEROS

Mais de 850 pessoas foram atendidas em hospitais da Susam no final de semana

Com 460 casos, as quedas foram o tipo de ocorrência que mais provocaram atendimentos no final de semana do Carnaval, em Manaus 12/02/2018 às 17:43 - Atualizado em 12/02/2018 às 17:52
Show susam
Foto: Divulgação
acritica.com* Manaus (AM)

Um total de 854 pacientes receberam atendimento entre a sexta-feira (9) e esse domingo (11), nas unidades de urgência e emergência da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) em Manaus. Os principais casos registrados são de quedas.

Para o secretário de Estado de Saúde, Francisco Deodato, o fim de semana foi considerado tranquilo.

"O Governo do Estado preparou uma ação integrada para o Carnaval, que vem dando bons resultados. O fim de semana, no âmbito da saúde, foi considerado tranquilo. Isto é fruto de muitos fatores: mais policiamento nas ruas e nos blocos de Carnaval, equipes de trânsito atuando e conscientização para a população do Amazonas. Esperamos que o restante do feriado siga assim, aproveitando a folia com responsabilidade", destacou.

No domingo de Carnaval, as quedas lideraram as ocorrências nos prontos-socorros. Foram 122 atendimentos, de um total de 255 ocorrências. Na sexta e sábado, foram registrados mais 338 casos de queda. 

Os acidentes envolvendo moto ou carro levaram 62 pacientes aos prontos-socorros no domingo. Desde sexta-feira (9), foram 214 pessoas lesionadas em acidentes de trânsito. Foram registrados ainda, no domingo, seis casos de atropelamento.

Com relação a feridos por arma de fogo, na sexta foram dez casos, no sábado esse número caiu para três e no domingo voltou a subir, para seis registros.

Os ferimentos de arma branca somaram 24 ocorrências. O Hospital e Pronto-Socorro (HPS) da Zona Norte, localizado na avenida Torquato Tapajós, não registrou nenhum caso de ferimento por arma branca.

A diretora do HPS 28 de Agosto, Cláudia Teixeira, destaca uma redução nos casos mais frequentes de ocorrências em períodos de grandes festas.

"Feriados como o Carnaval e outras grandes festas costumam ser desafiadores, com muitos registros de acidentes por falta do cumprimento da Lei Seca, ferimentos por arma de fogo e armas brancas, e outras formas de violência. Felizmente, isto não vem se repetindo neste carnaval e esperamos que continue assim", declarou.

Leitos

Para melhorar os atendimentos de urgência e emergência no feriado, a Susam transferiu pacientes que estavam nos prontos-socorros para leitos de retaguarda abertos pela secretaria. Ao todo, foram 49 pacientes transferidos entre a sexta e o sábado de Carnaval.

Na sexta-feira, foram abertos 47 novos leitos no Hospital da Fundação Adriano Jorge, que se somaram a mais 45 na Beneficente Portuguesa e outros 56 no Hospital e Pronto-Socorro da Zona Norte.

O objetivo da secretaria com a ação é aliviar a lotação nos prontos-socorros, principalmente neste período de Carnaval. A medida surtiu efeito.

Reforço

Além da abertura de novos leitos de retaguarda em hospitais da rede, a Susam reforçou o atendimento nas grandes unidades, SPAs e maternidades, com abastecimento de medicamentos e materiais hospitalares, e aumento das equipes de plantão.

Na manhã de sábado, o secretário Estadual de Saúde, Francisco Deodato, inspecionou as três principais unidades de urgência e emergência da capital – os prontos-socorros 28 de Agosto, na zona Centro-Sul, Platão Araújo e João Lúcio Machado, na Zona Leste, para conferir a estrutura das unidades que estão funcionando seguindo o esquema especial montado pela Susam para o feriado de Carnaval.

Além dos três prontos-socorros visitados também houve reforço na rede de prontos-socorros infantis e de Serviço de Pronto Atendimento (SPAs), que estão dando suporte às unidades maiores.

“Todas as demais unidades que compõem a rede de urgência e emergência foram reforçadas com equipamento, com abastecimento de produto, com fluxo pronto e especial para atender as pessoas no Carnaval”, ressaltou o titular da Susam.

Sambódromo

A equipe da Susam que trabalhou nos dois dias de desfiles das escolas de samba de Manaus, no Sambódromo, realizou 30 atendimentos. Em oito deles, foi preciso remover as vítimas para prontos-socorros ou SPA. Nenhum dos casos foi de gravidade. 

O posto de atendimento funcionará novamente nesta segunda-feira (12), durante o Carnaboi. A central conta com uma equipe composta por dois médicos, um enfermeiro, cinco técnicos de enfermagem, dois servidores administrativos, um coordenador e um motorista de ambulância. 

*Com informações da assessoria de imprensa.

Publicidade
Publicidade