Domingo, 21 de Julho de 2019
Manaus

Mais de três mil vão às ruas em Manacapuru

Outras manifestações estão previstas para acontecer a partir da próxima sexta-feira (5), caso comissão não seja recebida pelo prefeito



1.jpg Lideranças querem audiência com prefeito
02/07/2013 às 17:38

Funcionários públicos do município de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus) realizaram no início da noite desta terça-feira (2) manifestação pelas ruas da cidade solicitando do Executivo melhores condições de trabalho, além de maiores investimentos em áreas como saúde, educação, segurança, moradias e infraestrutura.

A mobilização que conta com a participação de populares e entidades civis organizadas é encabeçada pelo Sindicado dos Profissionais da Educação de Manacapuru (Sinducam) e reuniu mais de três mil pessoas na praça de alimentação da cidade, ultrapassando o número atingido na manifestação do dia 22 de junho.

Com cartazes, carro de som e apitos, os manifestantes caminharam até a rodoviária, localizada no início da cidade, gritando palavras de ordem.

De acordo com Afonso Fernandes, 33, professor da rede municipal de ensino, profissionais de todas as áreas estão inseridos na manifestação. “Temos funcionários de todos os setores da prefeitura, mobilizados na busca de melhorias para a nossa cidade. Enfrentamos problemas de todas as ordens”, avaliou.

Embora a pauta de reivindicações seja ampla e englobe vários setores do município, uma comissão já foi formada entre os movimentos sociais que aderiam à mobilização, para futuras negociações com o poder público.

Os manifestantes irão protocolizar nesta quarta-feira (3), na Prefeitura de Manacapuru, carta com as reivindicações e pedido de audiência com o prefeito Washington Régis (PMDB). “Queremos melhorias dos serviços públicos. Principalmente saúde, educação e transporte público estão precários na nossa cidade”, declarou Fernandes.

A reportagem tentou contato com o presidente do sindicato dos professores municipais de Manacapuru, Francisco Soriano, mas até o fechamento desta matéria ele não atendeu as ligações. O prefeito da cidade, Washington Régis (PMDB), foi procurado, mas também não atendeu as chamadas para o telefone 99XX-XX78.

Caso a comissão organizada pelos manifestantes não seja chamada para negociação, outras manifestações estão previstas para acontecer a partir da próxima sexta-feira (5). Desde que as manifestações começaram o prefeito ainda não recebeu membros dos movimentos sociais para conversa.

Não houve registro de violência ou vandalismo durante o tempo que durou a manifestação.

Manifestações

Em 22 de junho deste ano, o Município foi palco de outra manifestação.  Batizada de “Acorda Manacapuru” e “Vem para a rua Manacapuru”, acompanhou a onda de protestos que acontecem pelo País pedindo por melhores condições de vida, saúde e educação.

Cerca de 3 mil pessoas, segundo dados da Polícia Militar, foram às ruas movidas pela insatisfação com os serviços oferecidos no município e pelo mau uso de dinheiro público.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.