Terça-feira, 21 de Maio de 2019
DOENÇA

Mais dois casos de sarampo são confirmados em Manaus, diz FVS

Com o número, sobe para seis o número de registros da doença. Outros 96 casos suspeitos seguem em investigação



sarampo.jpg
Foto: Reprodução
05/04/2018 às 16:27

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) confirmou mais dois casos de sarampo em Manaus. Com o número, sobe para seis o número de registros da doença. Outros 96 casos suspeitos seguem em investigação.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, a confirmação dos dois novos casos não altera as estratégias de saúde, iniciadas antes mesmo da confirmação laboratorial da doença pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

“O sarampo é uma doença de contágio rápido, portanto, as medidas de prevenção devem ser rápidas também. Por enquanto, os casos confirmados estão concentrados na capital, mas já há notificações de casos suspeitos no interior. Todos estão seguindo os protocolos de isolamento dos casos suspeitos e a realização imediata do bloqueio vacinal”, explicou.

O diretor-presidente da FVS-AM, Bernardino Albuquerque, salienta que a principal estratégia é a vacinação das crianças. “Quase 80% dos casos notificados são em crianças menores de cinco anos. Por isso, precisamos sensibilizar os pais para a importância de imunizar seus filhos. Sarampo não tem tratamento específico, e em casos complicados pode levar a óbito”, ressaltou.

Reforço nacional

O Ministério da Saúde enviou para Manaus, na quarta-feira (3), três técnicos do EPI-SUS Fundamental, que irão compor a Sala de Situação de Vigilância em Saúde de Manaus e a Sala Estadual de Resposta Rápida para Surto de Sarampo no Amazonas, com objetivo de fortalecer os fluxos em andamento de contenção ao surto.

Além dos técnicos, o Ministério da Saúde atendeu a solicitação da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas no repasse de 250 mil doses de tríplice viral, que serão utilizadas na campanha vacinal em Manaus, para o público prioritário formado por crianças de seis meses a 5 anos de idade. Bernardino salienta que as unidades de saúde tanto da capital quanto do interior seguem atendendo, em sua rotina, pessoas com idade entre 12 meses a 49 anos de idade.

Balanço epidemiológico

O Amazonas tem 108 notificações para sarampo. Destas, seis registradas em Manaus foram confirmadas e duas descartadas, sendo uma na capital e uma em Anori. Seguem em investigação 96 casos em Manaus, um em Iranduba, um em Itapiranga, um em Humaitá e um em São Gabriel da Cachoeira.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.