Publicidade
Manaus
Manaus

Mais três avenidas de Manaus terão restrição de uso por caminhões e carretas

A informação foi confirmada pelo diretor-presidente do Manaustrans. De acordo com ele, cada via vai receber uma restrição diferenciada 01/07/2015 às 21:18
Show 1
Em cena que está se tornando comum, carreta tomba na avenida Costa e Silva e restringe o trânsito a apenas uma faixa.
Isabelle Valois Manaus (AM)

Outras ruas de Manaus vão receber restrição de circulação de veículo pesados neste mês de julho. A portaria deve ser publicada amanhã no Diário Oficial do Município (DOM) e no sábado iniciará o processo de sinalização e orientação nessas vias.

Desta vez a restrição de circulação se estende para a avenida Mário Ypiranga, no trecho que vai desde o Ephigênio Sales até o boulevard Álvaro Maia. Outra via que vai receber restrição será a avenida Umberto Calderaro. Veículos de carga não poderão trafegar entre por ela entre a  rua Domingos Lima (antiga Marciano Armond), na Cachoeirinha,  até a Ephigênio Sales, no Parque 10.

Por fim, haverá restrição na rua Maceió, que  receberá restrição  desde a Darcy Vargas até o boulevard Álvaro Maia.

A informação foi confirmada pelo diretor-presidente do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização no Trânsito (Manaustrans), Paulo Henrique Martins. De acordo com o presidente, cada via vai receber uma restrição diferenciada.

No trecho da Mário Ypiranga, a partir de sábado será proibido a circulação de veículos com mais de oito toneladas no horário de 6h às 9h. Das 9h às 20h será proibido a circulação de veículos com mais de 16 toneladas.

Na Umberto Calderaro, das 6h às 17h será proibido a circulação de veículos com mais de 16 toneladas e das 17h às 20h a restrição é de veículos com mais de 16 toneladas. A rua Maceió terá restrição de veículos com mais de 16 toneladas nos horários de 6h às 20h.

Conforme o diretor-presidente da Manaustrans, o trabalho de orientação aos condutores deve durar 15 dias, após este período, quem for pego infringindo a lei será multado.

“A infração é considerada grave. O valor da multa é de R$ 127,69, mais cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação e ainda passa pela retenção do veículo”, diz Paulo Martins.

Na manhã de ontem, mais um contêiner contento toneladas de perfil de alumínio e plástico, de placas OAN-1500, tombou em Manaus.

Desta vez foi na avenida Costa e Silva com rua Atlântica. De acordo com o Manaustrans, a carreta estava estacionada em uma área de passeio público e era apoiada por uma tora de madeira. O proprietário do contêiner foi multado por ocupar área de passeio público e obstruir a via.

Acidente

No inicio da tarde da última terça-feira, um caminhão baú, de placas JXH 4334 tombou na avenida Mário Ypiranga, este foi o terceiro acidente envolvendo veículo de grande porte registrado pelo Manaustrans nos últimos cinco meses.

Publicidade
Publicidade