Publicidade
Manaus
Manaus

Manaus Ambiental inicia vistoria em adutoras na cidade

Cada robô possui quatro rodas e tem uma câmera de alta definição na ponta que filma e fotografa em HDMI, com uma iluminação especial e é controlado por um joystick (controle de aparelho) 04/04/2013 às 12:17
Show 1
Manaus Ambiental realiza vistoria em adutora de Manaus
Bruna Souza e Florêncio Mesquita Manaus, AM

A concessionária de água da cidade, Manaus Ambiental começou nesta quinta-feira (4) uma inspeção com um robô de última geração em adutoras na cidade. A primeira vistoria acontece somente após quatro registros de rompimentos do fornecimento de água em diferentes zonas de Manaus somente neste ano.  A empresa anunciou que hoje será apenas o início de uma série de vistorias realizadas pela empresa na cidade.

A adutora localizada no bairro Compensa II, Zona Oeste de Manaus, foi a primeira escolhida para ser vistoriada. Neste mesmo local houve dois rompimentos em menos de quatro meses. A adutora possui capacidade de 800 milímetros e atende a várias residências e estabelecimentos comerciais da zona.

Para realizar a fiscalização, técnicos da concessionária usaram um pequeno robô de última geração alugado de uma empresa carioca. Segundo informações da Manaus Ambiental o robô possui quatro rodas e tem uma câmera de alta definição na ponta que filma e fotografa em HD, com uma iluminação especial e é controlado por um joystick (controle de aparelho). O operador por meio de um monitor coordena a ação do equipamento dentro da tubulação, que transmite as imagens em tempo real e dispõe de um cabo de cerca de 100 metros.

De acordo com o presidente da empresa, Alexandre Bianchini, a ação só se fez necessária agora após os registros dos recentes rompimentos. “Contratamos a empresa Sub+integridade que trabalha com essa tecnologia de ponta na vistoria de tubulações de esgoto no Rio de Janeiro. O objetivo principal é analisar se há problemas, como fissuras, nas tubulações que possam trazer futuros rompimentos nas adutoras”, relatou.

Investimentos

Bianchini também afirmou em entrevista que a Manaus Ambiental não vai poupar esforços para investir nas melhorias dos serviços à população da cidade. Esta é a primeira vez que uma concessionária responsável pelo abastecimento de água da capital amazonense realiza uma vistoria internamente nas adutoras com robôs de alta tecnologia.

Audiência

Representantes da Manaus Ambiental e da Amazonas Energia, Alexandre Bianchini e Marcos Aurélio Madureira da Silva participarão de uma audiência na Câmara Municipal de Manaus (CMM) ainda na manhã desta quinta-feira (4). Os dois empresários terão que prestar esclarecimentos aos vereadores sobre o desfalque no abastecimento de água por conta do rompimento de adutoras em Manaus.

O presidente da concessionária de águas continua sustentando a versão de que em alguns dos rompimentos, a principal causa foi à queda de energia que ocasionou uma subpressão dentro das tubulações.

Segundo ele, a pressão da água muda com o desligamento do fornecimento de energia que impulsiona o líquido. A água volta e a pressão da sua força faz com o ela infle dentro da adutora, ocorrendo o rompimento.

Publicidade
Publicidade