Sábado, 20 de Julho de 2019
SAÚDE

Manaus não apresenta novos casos de sarampo há um mês, aponta Semsa

Balanço é do dia 23 a 28 de dezembro do ano passado, porém não há novos casos desde o dia 22 de novembro. Monitoramento continua em crianças menores de cinco anos



39944921074_34f71e9669_z_B1277021-8FE0-482C-ADD1-1394E7872CE3.jpg Foto: Divulgação
03/01/2019 às 14:42

Levantamento da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) apontou que Manaus está sem notificação ou confirmação de novos casos de sarampo há mais de um mês. O balanço é do dia 23 a 28 de dezembro. Desde o dia 22 de novembro do ano passado, não há registro de novos casos confirmados da doença na capital.

O secretário municipal de saúde, Marcelo Magaldi, disse que mesmo sem a confirmação de novos casos, a Prefeitura está dando continuidade ao registro de casos suspeitos da doença em crianças menores de cinco anos.

O secretário explica que Semsa tem mantido um intenso trabalho de monitoramento de novos casos suspeitos nas Unidades de Saúde. O objetivo é que se possa realizar, de forma imediata, as ações de controle em cada notificação, quebrando a cadeia de transmissão do sarampo

Notificações

Desde o mês de fevereiro do ano passado, foram notificados 8.973 casos de sarampo em Manaus, o que abrange 7.126 casos confirmados, 1.842 descartados e cincos casos que ainda estão em investigação.

Do total de 7.126 casos confirmados, 24,6% estão na faixa etária de 20 a 29 anos, seguida da faixa etária de 15 a 19 anos (21,2%), menores de um ano (17,4%), de 30 a 49 anos (14,4%) e de 01 a 05 anos (11,9%).

A diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Deave/Semsa), enfermeira Marinélia Ferreira, alerta que os dois últimos casos suspeitos de sarampo foram notificados no 42º Informe Epidemiológico, de 24 de dezembro, em pacientes menores de cinco anos.

Como as crianças menores de cinco anos são da faixa etária com o maior risco de desenvolver complicações graves pela doença, destaca Marinélia, os serviços de saúde atuam priorizando o monitoramento de casos suspeitos e a busca ativa para a imunização entre essa população.

Em Manaus, a vacina tríplice viral, que imuniza contra sarampo, rubéola e caxumba, é recomendada para pessoas na faixa etária de seis meses a 49 anos, e está disponível em 183 salas de vacina da rede municipal. A lista com o endereço das Salas de Vacina pode ser acessada no site da Semsa (https://semsa2018.manaus.am.gov.br/).

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.