Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
Manaus

Manaus possui ônibus suficientes para a implantação do BRT, segundo SMTU

O BRT é um sistema de corredores exclusivos para o trânsito de veículos de transporte de massa similar ao Expresso, que teve sua implantação iniciada em Manaus pelo então prefeito Alfredo Nascimento, mas que não teve continuidade



1.jpg Hoje, foram entregues 85 ônibus articulados novos em Manaus
18/08/2012 às 12:19

Os 161 ônibus articulados existentes em Manaus hoje são suficientes para garantir o funcionamento do sistema de transporte de massa Bus Rapid Transit (BRT), o qual dependerá, agora, da estrutura física – implantação de corredores exclusivos – para passar a funcionar na capital. A informação é do superintendente Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Wesley Aguiar. Os articulados representam 18,3% dos 881 veículos novos entregues pelo executivo municipal nessa gestão e 9,4% do total da frota, hoje composta por 1719 carros.

Cada veículo tem capacidade para 157 passageiros – 102 pessoas em pé e 55 sentadas. O sistema BRT deve começar a ser implantado, conforme previsão da SMTU, até o final deste ano, com as obras do corredor Leste e deve ter continuidade na próxima gestão.



Hoje, a Prefeitura de Manaus entregou, no bairro Santa Etelvina, Zona Norte, 85 novos ônibus articulados adquiridos pelas empresas Rondônia e Integração. Wesley Aguiar explica que, muito embora o número de veículos adquiridos após a licitação promovida pela prefeitura visando a renovação da frota tenha chegado a 881, ultrapassando os 858 previstos em contrato, ainda restam 74 a serem entregues das empresas Global e Transtol.

Ele ressaltou que algumas empresas aproveitaram o financiamento para renovar suas frotas, adquirindo mais veículos que o previsto em contrato. Já outras, ainda estão pendentes da entrega de alguns carros e a previsão é que isso ocorra até o final deste ano, informou o superintendente.

Ônibus novos e idade média da frota


De acordo com Wesley Aguiar, os novos ônibus entregues hoje serão destinados às linhas troncais – aquelas cujos veículos saem dos terminais 3 (Cidade Nova),4 (Cidade de Deus) e 5 ( São José), seguem para o Centro e retornam aos bairros. Serão beneficiadas as seguintes linhas: 600, 650 e 652 (Zona Leste) e 300, 350, 351 e 448 (Zona Norte).

Já os veículos que atendiam a esses itinerários, serão remanejados para as áreas mais necessitadas da cidade.

Os novos veículos que chegaram à capital reduziram a idade média da frota de 7,3 anos para 2,6, totalizando uma renovação de 60%. O sistema atende, por dia, cerca de um milhão de passageiros.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.