Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
POLÍCIA

Prisões por roubo aumentam em 35% e casos reduzem em 12%, em Manaus

Alguns outros indicadores também ajudam a explicar a retração nos casos de roubos na capital do Amazonas. Um deles é o aumento nas prisões de suspeitos pelo crime.



agora_agordinha_redu__o_294FADE7-A137-42CA-8571-7C91976C54BE.JPG Foto: Divulgação/SSP
07/07/2019 às 12:56

Após três anos consecutivos de crescimento, os crimes de roubo estão em queda em Manaus. De janeiro a maio de 2019, a redução acumulada é de 12,5% frente aos cinco meses iniciais do ano passado. Abordagens policiais intensificadas e o aumento de operações integradas entre as polícias são medidas que vêm colaborando com a melhora nas condições de segurança da população.

Alguns outros indicadores também ajudam a explicar a retração nos casos de roubos na capital do Amazonas. Um deles é o aumento nas prisões de suspeitos pelo crime. De janeiro a maio, foram 507 prisões de suspeitos de praticar roubos em Manaus, quantidade 35% maior que a efetuada no mesmo período de 2018, quando houve 375 prisões por roubo na cidade.

Outro dado significativo é o de apreensão de armas de fogo. Nos cinco primeiros meses deste ano, foram apreendidas 955 armas de fogo ilegais durante operações policiais e abordagens em Manaus.

“As armas ilegais são utilizadas para cometimento dos mais diversos crimes, incluindo os considerados letais intencionais, como latrocínio e homicídio, que ceifam vidas inocentes, bem como são utilizadas como violência e ameaça nos roubos. Além disso, são utilizadas como instrumento de poder nas mãos de traficantes que controlam áreas conhecidas como 'bocas de fumo' e 'rotas de tráfico'. Cada arma ilegal apreendida nas mãos de criminosos representa vidas preservadas”, ressalta o comandante do Comando de Policiamento Especializado (CPE), coronel Bruno Azevedo.

O titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), da Polícia Civil, delegado Guilherme Torres, ressalta que os trabalhos das policias civil e militar se concentram também no planejamento de ações especificas em áreas de maiores ocorrências na capital.

“Essa diminuição demonstra que as Polícias estão trabalhando com inteligência, elaborando seus planos de ação observando-se os indicadores da mancha criminal”, disse.

O delegado ressalta, ainda, que a integração entre as forças de Segurança contribui com a queda dos índices de violência. “A Polícia Civil vem fazendo seu papel constitucional de polícia judiciária e a Polícia Militar atuando preventivamente nas áreas de maior número dos roubos, de maneira efetivamente integrada, o que contribuiu muito para  redução dos crimes”.

Integração

Em cinco meses, as ações desencadeadas sob a determinação do secretário de segurança, coronel Louismar Bonates, impactaram positivamente e reduziram os indicadores de violência na capital em 26%. Só nos crimes de roubos, as medidas significaram 2,4 mil crimes a menos.

Conforme indicadores da Secretaria de Segurança Pública, nos cinco primeiros meses de 2019, a capital amazonense registrou 17.123 roubos em geral, enquanto no passado, no mesmo período, foram 19.564 notificações.

*Com informações de assessoria de imprensa

Receba Novidades

* campo obrigatório
News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.