Domingo, 19 de Maio de 2019
Manaus

Manaus sedia evento internacional sobre jogos eletrônicos, entre os dias 29 e 31

O Global Game Jam (GGJ 2016) vai reunir estudantes, amadores e entusiastas do mundo dos games de vários países para o desafio de criar um game no Samsung Ocean



1.jpg
Em 2015, 485 equipes de 73 países participaram do Global Game Jam e 4.289 jogos foram criados
14/01/2016 às 15:06

O Centro de Treinamento Samsung Ocean, em Manaus, vai sediar de 29 a 31 de janeiro o evento internacional Global Game Jam (GGJ 2016). Durante 48 horas, estudantes, amadores e entusiastas do mundo dos jogos eletrônicos de vários países vão participar do desafio de criar um game. Em 2015, 485 equipes de 73 países participaram do Global Game Jam. No final, 4.289 jogos foram criados.

A iniciativa de trazer o evento para Manaus partiu de profissionais que integram um grupo de desenvolvimento de jogos na rede social Facebook, e atualmente tem sido organizado pelos designers Felipe Barcellos, Larissa Didoné e Renan Braga, que atuam como voluntários. De acordo com o coordenador do Centro, Antenor Filho, essa é a primeira vez que o Global Game Jam é realizado na região Norte e o Samsung Ocean foi um dos locais validados pelo órgão organizador para sediar o evento. 

O coordenador explica que, somente na hora é que os participantes do desafio vão receber o tema e as instruções sobre a plataforma na qual o jogo deve ser criado. “Os candidatos vão ficar na expectativa até o último momento, por isso é preciso estudar e escolher bem quem irá compor a equipe”, disse. 

Em todos os locais em que é realizado, o Global Game Jam é executado continuamente por 48 horas contínuas, de acordo com o fuso horário do País. A programação inclui um curto período de planejamento e criação da equipe, seguido de desenvolvimento do jogo, que vai até às 15h do último dia. As últimas horas são reservadas para as equipes apresentarem a sua criação para as outras.

Antenor Filho ressalta que o evento é uma vitrine mundial para quem gosta de criação de jogos. “O fato de Manaus ter sido escolhida para sediar o evento demonstra o quanto estamos crescendo nesse mercado de jogos eletrônicos”, afirmou. Ele diz que os alunos do Ocean estão bastante empolgados e a expectativa é que pelo menos duas equipes participem do desafio. “Essa é uma ótima oportunidade de trocar experiências, contatos e ideias”, acrescentou.

Implantado em 2014, o Samsung Ocean fica instalado na Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e promove cursos de longa e curta duração com capacitação para criação de soluções móveis. A iniciativa faz parte da política de investimentos em educação e capacitação, desenvolvida pela Samsung Eletrônica da Amazônia. 

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.