Publicidade
Manaus
Manaus

Manaus sediará congresso internacional sobre tecnologias para educação

Com foco no ensino a distância, evento que acontece em novembro debaterá as vantagens e os desafios das inovações na área do ensino escolar 11/10/2013 às 20:14
Show 1
Além do debate sobre novas tecnologias para a educação, o congresso promoverá oficinas para mostrar como recursos tecnológicos podem ser usados por educadores e alunos
acritica.com* Manaus (AM)

Nos dias 11 e 12 de novembro, Manaus será a capital mundial do ensino a distância. Durante os dois dias, será realizado o “1º Congresso Internacional de B-Learning: Tecnologias para Educação 2.0”. No evento, educadores e demais profissionais da área estarão debatendo as vantagens e desafios para a consolidação do uso de inovações tecnológicas para o aperfeiçoamento do ensino.

O encontro será realizado no auditório da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas e transmitido em tempo real para todo o mundo via Internet.

De acordo com a empresária Tula Campos, diretora-executiva da Ginga Soluções em B-Learning, empresa organizadora do evento, o congresso vai promover o intercâmbio entre pesquisadores, empresas e instituições de ensino do Brasil e do exterior, para uma discussão sobre as novas tecnologias aplicadas no trabalho de ensinar e na ação de aprender.

“Podemos dizer que as instituições e empresas que já utilizam plataformas tecnológicas em seus métodos educacionais estão na vanguarda do ensino, pois o uso de recursos como áudio, vídeo, computação e animação gráficas, entre outros, facilitam tanto o trabalho do professor, quanto o aprendizado do aluno”, explica Tula Campos.

Segundo a empresária, o público alvo do evento são professores da educação básica (do 8º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio), professores universitários, acadêmicos da graduação e pós-graduação, secretários de Educação dos Estados e municípios, empresários, assim como interessados na área, tanto do Brasil quanto de outros países, especialmente da América Latina.

Além do debate sobre as novas tecnologias para a educação, o 1º Congresso Internacional de B-Learning também promoverá oficinas temáticas para mostrar aos participantes como os recursos tecnológicos podem ser usados por professores (na elaboração das aulas) e pelos estudantes (na apresentação de trabalhos). Estão sendo oferecidas oficinas nos cursos de história, geografia, matemática, lingua portuguesa e literatura, biologia, física e química.

As inscrições para participação no congresso e nas oficinas temáticas podem ser realizadas no site do evento (www.gingablearning.com.br/congresso).

*Com informações da assessoria de imprensa


Publicidade
Publicidade