Publicidade
Manaus
segurança

Manaus tem simulação de acidente em preparação para a passagem da Tocha Olímpica

As atividades quecontaram com a participação de órgãos como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-192), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), Secretaria Executiva de Defesa Civil e Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), coordenados pelo Corpo de Bombeiros e com a participação, ainda, de demais órgãos do Centro Integrado de Comando e Controle. 11/06/2016 às 15:59
Show bombs
Fotos: Divulgação Semcom/Karla Vieira
ACRITICA.COM*

Manaus teve o primeiro exercício simulado com múltiplas vítimas, na manhã deste sábado, 11, em preparação para a passagem da Tocha Olímpica, utilizando um trecho da rota programada na avenida Torquato Tapajós, Flores, zona Centro-Sul. No total, o simulado contou com 40 vítimas, sendo um óbito, quatro vítimas com média gravidade e as demais com leves ferimentos.

“Esse tipo de exercício faz toda a diferença no caso em que realmente venhamos a atuar numa situação dessas. É fundamental porque aumenta a expertise e, numa eventualidade de uma catástrofe, nosso pessoal está habilitado a atuar. Inclusive, o Samu realiza treinamento frequentemente, independente dos demais órgãos, com situações de múltiplas vítimas. Pelo menos em duas vezes ao ano, se faz presente em simulados de situações com todos os demais órgãos”, destacou o gerente do SAMU-192, Ruy Abrahim Jorge.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, observou as atividades que contaram com a participação de órgãos municipais como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-192), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), Secretaria Executiva de Defesa Civil e Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), coordenados pelo Corpo de Bombeiros e com a participação, ainda, de demais órgãos do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

Para os eventos que se aproximam o SAMU vem se preparando aos moldes do que aconteceu antes e durante a Copa do Mundo, realizada na capital. “O SAMU funcionafull time, o tempo todo e, em caso de atividades extras, como a passagem da Tocha Olímpica e a própria realização dos jogos aqui em Manaus, o SAMU vai acompanhar as atividades com todo efetivo direcionado para a programação e, ainda, para atender as demais ocorrências na cidade”, observou Ruy Abrahim.

Mobilização

Durante o simulado, também foi inserida a passagem de uma tocha fictícia, para projetar uma situação semelhante durante o evento e a avaliação geral foi positiva. De acordo com a coordenação da atividade, haverá a confecção de um relatório e uma reunião de avaliação entre os órgãos envolvidos para ajustes necessários.

Foram mais de 200 pessoas envolvidas no total, 20 delas do SAMU, com tempo resposta inicial de cinco minutos a partir da notificação do incidente, somados ao segundo turno quando as demais forças e o CICC se uniram para continuar os atendimentos e montar a doutrina do sistema de comando de incidentes.

“É importante ressaltar que o SAMU é um serviço de urgência e emergência, pois nem sempre quem precisa de assistência médica precisa necessariamente do SAMU. É importante frisar isso. Para essas emergências, o SAMU 192 é o número de contato gratuito disponibilizado para a população” alertou Ruy Abrahim.

*Com informações da assessoria

Publicidade
Publicidade