Domingo, 23 de Fevereiro de 2020
MANIFESTAÇÕES

Manaus terá atos pró Lava-Jato e Sérgio Moro no próximo dia 30

Centro e Ponta Negra serão palco das manifestações organizadas por movimentos de direita. Apoio à Reforma da previdência e à Lei Anticrime também estão entre as pautas



61271850_2310132889200935_2223686186126278656_n_1603BFF6-04E3-49B6-B4AA-8B44B551AF95.jpg Foto: Divulgação
18/06/2019 às 07:06

Movimentos da direita amazonense irão realizar em Manaus, no dia 30 de junho, dois atos em apoio à Operação Lava Jato e às pautas do Governo Federal, no Centro e na Ponta Negra, respectivamente. As manifestações acontecem após as recentes polêmicas envolvendo o ministro Sérgio Moro e mensagens vazadas pelo site The Intercept, onde o então juiz organizava estratégia com membros do Ministério Público Federal que integram a força-tarefa da operação.

Entre as principais pautas das manifestações estão a reforma da previdência, o pacote anticrime do ministro Sérgio Moro, a CPI 'Lava Toga', o decreto do porte de armas feito pelo presidente Jair Bolsonaro, além da reforma administrativa.



Organizada pelo Movimento Amazonas em Ação, em parceria com o Movimento Vem Pra Rua Amazonas, a reunião no Centro da cidade terá como ponto de concentração a avenida Eduardo Ribeiro, em frente ao Teatro Amazonas, a partir das 15h. Após as 16h, o grupo irá se deslocar em carreata em direção ao Posto 700, localizado na avenida Djalma Batista.

“Nós iremos refazer a carreata que virou tradicional entre os movimentos de direita desde os protestos a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Roussef. Além dos apoios ao ministro Sérgio Moro, outras pautas também estarão presentes, assim como na última manifestação do dia 26 de maio, na Ponta Negra”, comentou a coordenadora do Amazonas em Ação, Iza Oliveira.

Para o coordenador do Movimento Vem Pra Rua Amazonas, Júnior Oliveira, as mensagens vazadas contendo conversas entre Moro e os integrantes da Lava Jato não são graves. “Não vimos nada de grave, nem nada que inocente os acusados da operação. Eles tentaram incriminar o ministro Moro. Os trabalhos do ministro não podem parar”, apontou.

Além do Amazonas em Ação e do Vem Pra Rua Amazonas, estão entre os principais grupos organizadores dos atos no Centro de Manaus o Direita Amazonas; Muda Amazonas; Brasil Conservador; Advogados Independentes do Amazonas; Mobiliza Amazonas; Amigos do Whatsapp; Brasil 200, além de membros do Partido Social Liberal (PSL/AM) legenda do presidente Jair Bolsonaro.

Ponta Negra

Organizado pelo Movimento Endireita Amazonas, o ato na Ponta Negra será realizado no mesmo dia e horário das manifestações do Centro, no dia 30 de junho. A organização do Endireita Amazonas anunciou o ato pela sua página no Facebook, com pautas similares, em especial o apoio à Lava Jato e à Reforma da Previdência.

 

“Vamos juntos Manaus! Mostrar nossa força em apoio à Lava Jato. Juntos somos mais Fortes! O Brasil unido de leste a oeste do Sul ao norte! Chega de corrupção! Chega de privilégios!”, diz um dos posts que confirmaram a manifestação.

Conforme o Movimento Vem Pra Rua, são esperados atos em ao menos 19 estados brasileiros, além do Distrito Federal.

News cd352277 0e1c 46a0 a7be 1c103dc77fdf 61069a10 0ddc 4dd3 a064 0924327cad53
Subeditor do Portal A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.