Publicidade
Manaus
IMIGRANTES

Manaus vai receber mais 200 imigrantes venezuelanos em abrigo no Coroado

Governo Federal deve repassar R$ 20 mil por mês à Prefeitura por acolher os venezuelanos vindos de Boa Vista (RR) 10/05/2018 às 18:57
Show vene
Foto: Winnetou Almeida
acritica.com* Manaus (AM)

Manaus vai receber nos próximos dias mais duzentos imigrantes venezuelanos vindos de Boa Vista (RR). O antigo abrigo do bairro Coroado, na Zona Leste, será utilizado pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) para acolher os 200 venezuelanos que deverão ser transferidos pelo Governo Federal.

O Termo de Cessão de Uso de Imóvel pertencente ao governo estadual foi assinado nesta quinta-feira (10). Oficialmente, 337 venezuelanos já chegaram a Manaus, segundo a Semmasdh. No entanto, existem imigrantes que vieram a capital e não deram entrada em órgãos oficiais.

“Este é um passo importante para o acolhimento. Estamos concluindo o Plano de Ação Humanitária para atendimento do fluxo migratório venezuelano que será submetido ao CMAS (Conselho Municipal da Assistência Social) e ao MDS (Ministério do Desenvolvimento Social). Com isso, estamos aptos a receber os recursos do governo federal e aplicar no acolhimento dos venezuelanos que irão chegar”, afirmou o secretário da Semmasdh, Dante Souza.

Uma das principais preocupações da Secretaria é com o repasse de recursos federais. O cofinanciamento está pautado na portaria nº 90, de 3 de setembro de 2013, que sinaliza que a cada grupo de 50 imigrantes, deve ser repassado o valor de R$ 20 mil, ou seja, R$ 400 por mês por cada venezuelano acolhido pelo poder público municipal.

Para atender os venezuelanos, a Semmasdh será responsável pelas refeições, material de higiene, equipe técnica composta por assistentes sociais, psicólogos, tradutores e sociólogos. O Plano prevê a contratação de dois veículos para fazer o transporte dos venezuelanos para verificação de documentação, visitas aos espaços de acolhimento, atividades da assistência ou outras necessidades.

Em nota, a Prefeitura de Manaus afirmou que, além do trabalho desenvolvido na assistência social, vai atuar também nas áreas da educação, saúde, emprego e renda para os imigrantes.

*Com informações da assessoria de imprensa.

Publicidade
Publicidade