Publicidade
Manaus
Manaus

Manaus vive mais um final de semana violento com 17 mortes registradas no IML

Fins de semana violentos estão virando rotina, mesmo com a PM fazendo policiamento nas ruas. Foram 17 homicídios em 72h, entre a noite de sexta e ontem 10/08/2015 às 10:53
Show 1
Número de homicídios continua crescendo nos finais de semana em Manaus
kelly melo Manaus

Manaus teve mais um final de semana violento. No Instituto Médico Legal (IML) foram registrados 17 homicídios desde a noite da última sexta-feira (7) até a tarde de ontem, domingo. A maioria dos crimes foi cometida por arma de fogo, arma branca e agressão física.

O que chama a atenção é que mesmo a Polícia Militar tendo intensificado as ações da “Operação Presença”, de policiamento nas ruas de todas as zonas da cidade, os homicídios continuam crescendo nos finais de semana.

De acordo com o subcomandante do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM), José Claúdio da Silva, o número de mortes violentas estão dentro do que é aceitável, levando em consideração a população da capital de quase 2 milhões de habitantes. Entretanto, ele afirmou que o policiamento ostensivo tem sido intensificado nos pontos críticos da cidade, para evitar que esse tipo de crime aconteça.

Dos 17 homicídios, 12 foram registrados em menos de 24h, de sábado para domingo. No sábado a tarde, um homem foi achado morto com vários tiros pelo corpo no ramal do Chico Mendes, no Puraquequara, na Zona Leste. De acordo com a polícia, a vitima foi encontrada por moradores.

Por volta das 20h também de sábado, José Carlos Monteiro Filho, 43, e o filho dele, identificado apenas como Tiago, foram baleados dentro da casa deles, no bairro Cidade de Deus, na Zona Norte. Segundo testemunhas, homens armados teriam chegado ao local em um carro, entraram na casa e atiraram contra os dois e fugiram em seguida.

José Carlos, conhecido como “Zezinho”, morreu assim que chegou ao hospital. Ele tinha um suposto envolvimento com o tráfico de drogas, o que levanta a suspeita de o crime ter sido motivado por acerto de contas. 

Outro caso que chamou a atenção foi a morte da dona de casa Elciele Salomé, 37. O crime aconteceu no bairro da União, Flores, na madrugada de ontem. Três homens encapuzados invadiram a casa da vítima, que estava dormindo com o marido, e efetuaram vários tiros contra ela. Antes de assassiná-la, os suspeitos ainda teriam ordenado que o marido de Elciele saísse do local.

Publicidade
Publicidade