Publicidade
Manaus
Caixa Econômica

Manifestantes cobram explicação sobre paralisação de obras em condomínio

O grupo de manifestantes paralisaram o quilômetro 1 da BR-174. As obras deviam ser entregues pela Caixa Econômica em dezembro de 2012 26/07/2016 às 10:59 - Atualizado em 26/07/2016 às 11:16
Show caixa
Os manifestantes fizeram o protesto em frente ao local das obras paralisadas / Foto: Euzivaldo Queiroz
Paulo André Nunes Manaus (AM)

Uma manifestação de moradores do Condomínio Verona Premium está interditando parcialmente o quilometro 1 da BR-174, na avenida Professor Paulo Graça, nº 1.302, agora na manhã desta terça-feira (26), em frente aquela área residencial. A via é liberada para alguns veículos em intervalos de 10 em 10 minutos.

O motivo é a insatisfação com o abandono das obras, segundo eles, por parte da Caixa Econômica Federal (CEF).

O ato iniciou por volta de 9h e visa pressionar a Caixa Econômica para que, ao menos, dê um posicionamento de quando as obras de conclusão do residencial serão retomadas, uma vez que os trabalhos estavam previstos para serem entregues em dezembro de 2012, porém, paralisaram sem nenhuma explicação.

Os moradores reclamam, também, que continuam pagando taxas de obra mesmo sem o condomínio estar concluído totalmente.

“Queremos obter uma posição da Caixa Econômica, pois estamos cansados de buscar explicações e não ter solução para o problema. Mais de 300 famílias estão esperando pela obra”, disse Jandira Muniz, síndica do condomínio e uma das manifestantes.

Publicidade
Publicidade