Publicidade
Manaus
PRÓ-LULA

Manifestantes pedem absolvição de Lula em protesto na Justiça Federal de Manaus

Com cartazes e faixas do PT, o grupo acompanhou o julgamento do caso triplex via rádio em uma caixa de som no local. Eles fizeram orações e também dançaram e cantaram entoando frases de efeito 24/01/2018 às 09:40 - Atualizado em 24/01/2018 às 10:00
Amanda Guimarães Manaus (AM)

Apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e contrários à condenação dele no julgamento caso do triplex, que acontece hoje no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre, iniciaram uma manifestação na manhã desta quarta-feira (24) em frente à sede da Justiça Federal em Manaus, no complexo da Sefaz, na avenida André Araújo, Zona Centro Sul da capital amazonense.

Com cartazes e faixas do Partido dos Trabalhadores (PT), o grupo pediu a absolvição de Lula e também acompanhou o decorrer do julgamento via rádio em uma caixa de som no local. Em alguns momentos, os manifestantes fizeram orações e também dançaram e cantaram entoando frases de efeito, como “Olé, Olé, Olé, Olá, Lula, Lula”. Desde ontem (23), alguns deles já permaneciam no local em vigília.


Foto: Jair Araújo

Segundo os próprios manifestantes, cerca de 200 pessoas permaneciam no local. Conforme a Polícia Militar, o número é de 150 pessoas. Uma delas é a agricultora familiar, Caroline Monteiro, que dormiu de ontem para hoje em frente à sede Justiça Federal em forma de protesto contra a "injustiça que está sendo feita contra o presidente".

"Hoje estamos aqui em defesa da justiça e democracia. Porque não se pode condenar uma pessoa sem prova. Queremos que o julgamento seja anulado, porque estamos vivendo em uma época do golpe. Amanhã somos eu e você, que vamos ser condenados sem prova", relatou.

A agricultora também afirmou que o grupo pretende ficar em frente ao local até o fim do julgamento. "Vamos esperar o fim de tudo isso. Depois vamos fazer manifestações", destacou.


Foto: Jair Araújo

A representante do Movimento Sem Terra e Movimento Sem Teto do Amazonas, Cristiane Sales, afirmou que a expectativa é a melhor para o resultado do julgamento. "Essas pessoas que estão aqui defendem a democracia e o Lula. Defendem os programas sociais que o ex-presidente criou. Defendem uma pessoa que tirou pobres da miséria. Vamos ficar aqui acompanhando, acreditando e confiando em Deus para um resultado positivo", ressaltou.

Julgamento

No TRF4 é julgado o recurso da defesa do ex-presidente Lula contra a condenação de 9 anos e meio de prisão, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, determinada pelo juiz Sérgio Moro, na primeira instância da Justiça Federal, em Curitiba. A acusação se refere ao recebimento de um apartamento triplex na orla da cidade de Guarujá, interior paulista.

Publicidade
Publicidade