Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
Asfalto destruído

Máquinas pesadas prejudicam recente obra feita em avenida

O Manaustrans informou que a prefeitura está elaborando uma legislação a fim de fiscalizar a circulação de maquinários pesados pelas ruas da cidade



1.jpg Com a sobrecarga, caminhão prejudica recente recapeamento feito na avenida André Araújo
13/09/2013 às 17:15

Um registro feito no fim da manhã desta sexta-feira (13) em frente ao estacionamento do Clube dos Oficiais da PM, localizado na avenida André Araújo, Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus, flagrou o momento em que caminhões destruíam o recente trabalho de recapeamento da avenida ao transportarem tratores. Nas imagens, observam-se rachaduras promovidas pela sobrecarga das máquinas pesadas.

Em nota, o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) informou que não existe restrição para o tráfego de máquinas durante o horário e que os tratores seriam de responsabilidade do Instituto Nacional de Colonização e Reforma agrária (INCRA). O órgão completou dizendo que a prefeitura está elaborando uma legislação que deve entrar em vigor no início do mês de outubro a fim de fiscalizar a circulação de maquinários pesados.

A assessoria do INCRA limitou-se a dizer que os caminhões que efetuavam o transporte das máquinas trabalhavam para a prefeitura de Iranduba e, os tratores em questão, estavam sendo transportados para o município. A reportagem tentou entrar em contato com a prefeitura de Iranduba para obter mais esclarecimentos, porém, não obteve sucesso.   

Asfalto é de ‘boa’ qualidade

Conforme informações repassadas pela assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), o asfalto utilizado no recapeamento da avenida é de boa qualidade e o mesmo só é usado em avenidas com grande fluxo. O material usado hoje é o chamado concreto-asfáltico, à base de brita, que tem mais tempo de vida útil e oferece maior conforto para a população. Em anos anteriores, a Prefeitura trabalhava com o areia-asfalto, que tinha qualidade inferior porque ao invés de pedaços de pedras, levava areia na mistura.

Ainda segundo a Seminf, existe a possibilidade de ter acontecido um erro no momento da aplicação do material e a Divisão de Acompanhamento e Serviços Básicos já tem conhecimento da situação. A Seminf completou dizendo que irá apurar até o fim da semana se ouve falha humana na obra ou se os caminhões que faziam o transporte realmente causaram os danos.

De acordo com o secretário municipal de comunicação Márcio Noronha, o prefeito de Manaus Artur Neto se comprometeu a tomar todas as medidas necessárias para a requalificação da avenida. Segundo ele, a Seminf realizará as obras, mas caso seja constatado que os tratores pertenciam ao INCRA, o instituto cobrirá os preços do insumo.

Recapeamento de ruas

Cerca de 45 avenidas estão incluídas dentro do programa de recapeamento, o qual tem verba destinada pelo Governo Federal e Prefeitura orçada em R$ 200 milhões. Entre as ruas que receberão obras imediatas está a avenida André Araújo – finalizarão até o fim do mês de setembro -, Efigênio Sales e Nilton Lins.   

Programa ‘Zona Restrita de Circulação’

Destinado à fiscalização e ordenamento na circulação de veículos que transportam carga, o ‘Zona Restrita de Circulação’ prevê até outubro, a ampliação desse controle em outras zonas da cidade, visto que o projeto já está em andamento no Centro de Manaus. De 8h até as 20h não é permitido o tráfego de veículos pesados na área, com o objetivo de diminuir o congestionamento em horários de pico e a danificação das ruas históricas.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.