Publicidade
Manaus
Manaus

Marcelaine Schumann e Karen Arevalo seguem para penitenciária, neste sábado

As duas foram presas na manhã desta sexta-feira (26) e estão detidas na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) 26/06/2015 às 18:48
Show 1
A socialite seguiu para o CDP sorrindo
Joana Queiroz Manaus (AM)

A empresária Marcelaine Schumann e a babá Karen Arevalo, voltaram a ser presas. Desta vez por descumprimento ao termo de compromisso contendo as referidas medidas cautelares previstas no artigo 319 do Código de Processo Penal (CPP). Marcelaine deixou de entrar em contato com a Central de Monitoramento, que faz o controle por meio da tornozeleira eletrônica, para comunicar deslocamentos, e Karen, por várias vezes teria violado as mesmas normas.

Marcelaine é suspeita de ter contratado pistoleiros para executar ou deixar aleijada a rival dela, a bacharel em Direito, Denise Almeida da Silva, 36.

Karen, segundo as investigações, foi quem  conseguiu a arma para matar Denise. Alem delas, o crime teve a participação de Rafael Leal dos Santos, o “Salsicha”, autor dos disparos contra Denise; Charles Mac Donald’s Castelo Branco, que fez a intermediação do crime.

De acordo com as investigações, o crime teve motivação passional, uma vez que, segundo a polícia, Elaine passou a desconfiar que Denise estivesse tendo um caso amoroso com o empresário Marcos Souto, que era seu amante. Denise foi atingida com um tiro de arma de fogo quando saía de carro, no estacionamento da academia Cheik Clube, no Centro, no dia 12 de novembro. Karen foi quem conseguiu o revólver usado no crime.

Em seu despacho o magistrado destacou que o comportamento das rés demonstra o descaso que elas têm com o compromisso a elas imposto, o que autorizou a revogação  da prisão preventiva das duas.

O juiz também inviabilizou o pedido formulado por Marcelaine  de autorização para viajar para a cidade de Ji-Paraná (RR) para acompanhar o tratamento de saúde de sua mãe. O promotor de justiça Rogério Marques requereu que  Marcelaine e Karen retornassem à cadeia por estarem descumprindo o acordo firmado em juízo. Para Marques a ré Marcelaine é considerada de alta periculosidade por ter tentado por duas vezes contra a vida de Denise Almeida.

Os mandados de prisão foram cumpridos na manhã de hoje (26) por policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Marcelaine foi presa por volta das 11h30, quando saia de um restaurante na rua Guilherme Paraense, bairro Morada do Sol, onde almoçou com o marido, o publicitário Edmar Costa. A acusada não esboçou nenhuma reação e disse apenas que estava surpresa. Karen foi presa também pela manhã na casa onde mora, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste. Quando foi levada da DEHS para o Centro de Detenção Provisória (penitenciária localizada no Km 8 da rodovia BR-174), Marcelaine saiu sorridente. 

Dupla

Karen foi presa em dezembro do ano passado e Marcelaine em 5 de janeiro deste ano. Elas foram colocadas em liberdade no dia 17 de março e passaram a ser monitoradas por meio de tornozeleira eletrônica. Devido ao descumprimento do acordo para ficarem em liberdade, voltaram a ser presas.

Divulgação

Publicidade
Publicidade