Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
DESCRIMINALIZAÇÃO

Marcha da Maconha reúne mais de 200 participantes no Centro de Manaus

O evento teve o objetivo de debater a descriminalização e a legalização da droga. O grupo iniciou as atividades nas proximidades do Teatro Amazonas e encerrou no Beco do Igarapé, com shows musicais



0efc7250-dd83-4707-bac5-648ce8e350d8_160F5B7B-D843-400B-A0E3-591F16EDB86B.jpg Foto: Izabel Guedes
01/06/2019 às 18:28

Com o intuito de debater a descriminalização e a legalização da droga na sociedade brasileira, centenas de pessoas participaram na tarde deste sábado (1º) da  ‘Marcha da Maconha’. Pelo menos 200 pessoas participaram do ato segundo a organização do evento.

O grupo se concentrou nas proximidades do Teatro Amazonas, no Centro da cidade, e depois seguiu em passeata pelas ruas em direção a avenida Igarapé de Manaus, terminando a passeata no Beco do Igarapé. No local a marcha encerrou as atividades com  shows musicais.



O evento é promovido pelo Coletivo Marcha da Maconha Manaus e segundo um dos organizadores, as atividades não têm a "intenção de fazer apologia à maconha ou ao seu uso, nem incentivar qualquer tipo de atividade criminosa".

Um dos organizadores,  Roberto Fernandes, explicou que a intenção do ato é esclarecer para a sociedade e o poder público sobre a diferença da maconha em relação a outras drogas e a importância dela para o uso medicinal.

"Isso é uma luta de muito tempo. As pessoas precisam entender a diferença e saber das propriedades medicinais,por exemplo da canabidiol", destacou.

Segundo ele o preconceito ainda é grande por conta da não liberação e pelo fato da associação ao tráfico de drogas. "Por muito tempo existe esse discurso, mas o crime nunca acabou. É preciso entender isso. Saber que a legalização pode trazer muitos benefícios, principalmente na questao da saúde, onde ja se foi comprovada o beneficio da erva em curas medicinais", ressaltou.

Uma das participantes do manifesto,a jovem Alice Vieira, 20, disse ser a favor da legalização. "Tem esse lance do preconceito, mas a gente não quer fazer mal a ninguém", comentou.

News 67871831 2375776725837034 8549020935401766912 n b8a48296 b506 45ea 8ef1 41a701c3e456
Repórter de Cidades
Formada em 2010 pela Uninorte, é pós-graduada em Assessoria de Imprensa e Mídias Digitais pela Faculdade Boas Novas. Repórter de Cidades em A Crítica desde 2018.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.