Publicidade
Manaus
Manaus

Marcos Souto, suposto amante de Marcelaine Schumann, é detido por falso testemunho

Marcos foi detido ao sair da audiência, interrogatório e julgamento do 'Caso Marcelaine', que ocorre no Fórum Henoch Reis 06/03/2015 às 16:38
Show 1
O empresário saiu da audiência detido
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O empresário Marcos Souto foi detido por falso testemunho ao sair da audiência de interrogatório e julgamento do 'Caso Marcelaine', que ocorre nesta sexta-feira (6), no Fórum Henoch Reis, localizado na avenida André Araújo, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus.

Ele foi levado para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), onde prestará depoimento. Segundo a polícia, ele será encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa ainda nesta sexta-feira.

Pivô

Marcos é pivô de um triângulo amoroso envolvendo a socialite Marcelaine Santos Schumann e a universitária Denise Almeida da Silva e que quase terminou com a morte de Denise no dia 12 de novembro de 2014, quando ela foi atacada a tiros por um homem ao sair da academia Cheik Club, no Centro, Zona Sul.

Denise teria recebido ligações de um número não identificado antes do crime. Marcelaine é suspeita de ser mentora da tentativa de homicídio e está presa. Durante as investigações, Marcos figurou como suposto amante das duas mulheres, e o ciúme de Marcelaine, até então, teria sido a motivação para crime.

Na fase do inquérito policial, em depoimento, Marcos confirmou envolvimento amoroso com Marcelaine, mas negou ser amante de Denise. O depoimento dado em juízo, hoje, não foi aberto à imprensa. À polícia, Marcelaine disse que o crime aconteceu em virtude de uma suposta dívida que Marcos teria com ela. 

Interrogatório

Os três, assim como os outros réus do caso Charles ‘MacDonald’ Lopes Castelo Branco, Karen Arévalo Marques e Rafael Leal dos Santos, foram interrogados pelo juiz Mauro Antony, da 3ª Vara do Tribunal do Júri, e o promotor de Justiça Rogério Marques.

A trama foi revelada pelos suspeitos “Salsicha”, autor dos disparos; Mac, que fez a intermediação do crime entre Salsicha e Marcelaine; Karen, que arrumou a arma.

Mac confessou que conheceu Marcelaine quando trabalhava como promotor de vendas no Studio 5. Segundo "Salsicha", Marcelaine lhe ofereceu R$ 7 mil para assassinar Denise ou deixá-la aleijada.

O mesmo chamou Salsicha e lhe ofereceu R$ 3,5 mil e este topou fazer o “serviço”. O atirador procurou Karen dizendo que precisava de uma arma de fogo e ela conseguiu o revólver por R$ 200.

*Mais informações em instantes

Publicidade
Publicidade