Publicidade
Manaus
POLÍCIA CIVIL

Grupo é preso e potes vencidos de margarina são apreendidos na Operação 'Natal Seguro'

Cinco quilos de maconha do tipo skunk e mais de R$ 10 mil em espécie também foram apreendidos 09/11/2017 às 19:34 - Atualizado em 09/11/2017 às 19:57
Show whatsapp image 2017 11 09 at 18.26.50
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

A Polícia Civil do Amazonas deflagrou, ao longo desta quinta-feira (9), a primeira fase da operação “Natal Seguro”, que teve como objetivo coibir roubos, furtos e receptações naquela área. A ação foi realizada no Centro de Manaus e resultou na prisão de cinco pessoas e na apreensão de cinco quilos de maconha tipo skunk, R$ 10.915 mil em espécie, além de 194 potes de margarina impróprios para consumo.

Durante a operação, Túlio Nogueira da Silva, 21; Renato da Costa Feitoza, 27; o mototaxista Edvan Barbosa de Oliveira, 35; e Brena Viana de Oquino, 21, foram presos por envolvimento com tráfico de drogas. Na ocasião, a equipe de investigação estava em diligências no bairro Centro, quando avistaram Túlio em atitude suspeita. O homem demostrou nervosismo ao perceber a presença dos policiais e, ao ser abordado, foram encontrados em posse dele R$ 2,5 mil em espécie. Quando questionado pelos policias sobre o dinheiro, Túlio informou que o valor seria para pagar uma dívida, adquirida por meio do tráfico de drogas, e falou que iria entregar o valor para o mototaxista.

Conforme o delegado Saulo Leotty, adjunto do 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), em ato contínuo, a equipe se deslocou até o local onde Edvan iria receber o dinheiro. Ao serem perguntados sobre a localização das drogas, os infratores indicaram o endereço da residência de Renato e Brena, localizada no bairro Santa Etelvina, zona Norte. Ao entrarem no imóvel, os policiais revistaram o local e encontraram cinco quilos de maconha do tipo skunk, que estavam armazenados dentro de um fogão no interior do imóvel, além de R$ 8.415 em espécie. 

Os infratores foram levados ao Departamento de Investigação de sobre Narcóticos (Denarc), onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Durante consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) foi constatado que Túlio, Renato e Brena já tem passagem na polícia por tráfico de drogas.

Margarina imprópria para consumo

Em continuidade aos trabalhos, os policiais estavam realizando abordagem na Rua Quintino Bocaiúva, bairro Centro, por volta das 14h45, quando verificaram que Moises Feitosa Gomes, 26, estava vendendo potes de margarina em um carrinho de mão. Na ocasião, foi constatado que as datas de validade dos produtos estavam rasuradas e que estavam fora do ambiente adequado para conservação. Com ele foram apreendidos de 194 potes de margarina impróprios para consumo. 

Moises foi encaminhado à Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon), onde foi autuado em flagrante por falsidade na informação de produtos ou serviços, previsto na Lei 8.137/90, que decreta detenção de dois a cinco anos, ou multa, a quem vender, ter depósito para vender ou expor à venda ou, de qualquer forma, entregar matéria-prima ou mercadoria, em condições impróprias para consumo. 

Ao término dos procedimentos cabíveis no Denarc e na Decon, Túlio, Renato, Edvan, Brena e Moises serão encaminhados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis.

Publicidade
Publicidade