Publicidade
Manaus
Manaus

Marido denunciado por agredir gravemente a esposa é preso em Manaus

Após sofrer a agressão do marido, a vítima, Erica Santana Santos, ficou internada em estado grave no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio 01/10/2013 às 22:48
Show 1
Raimundo Fábio Oliveira da Silva foi preso em cumprimento de mandado de prisão
ACRITICA.COM* Manaus (AM)

Raimundo Fábio Oliveira da Silva, 25, denunciado por agredir fisicamente a esposa dele, Erica Santana Santos, 25, foi preso na tarde desta terça-feira (1º), em cumprimento de mandado de prisão preventiva. O caso de agressão ocorreu no início do mês passado e a vítima ficou hospitalizada em estado grave no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio.

O caso foi investigado pela Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) após a mãe de Erica registrar a agressão. Testemunhas foram chamadas para prestar esclarecimentos na delegacia e disseram que o casal costumava discutir bastante, mas desconheciam qualquer agressão física entre eles.

O marido, Raimundo, disse em depoimento que ele e a esposa haviam ingerido bebida alcoólica e brigado. Ele afirmou ainda que teria dado um soco no rosto da esposa, que caiu da escada do quitinete onde moravam, no bairro São José, Zona Leste da capital.

Raimundo foi preso quando prestava depoimento na delegacia. O mandado de prisão foi representado pela autoridade policial após iniciar as investigações em torno do caso e expedido no último dia 27 de setembro pela juíza Luciana da Eira Nasser, do 2º Juizado Especializado em Violência Doméstica (Maria da Penha).

“Estamos aguardando o prontuário médico da vítima e o resultado do exame de corpo e delito para concluirmos o caso e encaminharmos à Justiça”, declarou a delegada Kethleen Calmont, titular da DECCM. A vítima apresenta quadro de trauma psicológico e atualmente está sendo assistida pelos parentes.

Raimundo Fábio foi autuado por lesão gravíssima. Ele será encaminhado para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça. A delegada Kethleen Calmont aguarda a vítima se recuperar para ouví-la e formalizar o procedimento. Caso consiga mais provas contra o suspeito, poderá indiciá-lo por tentativa de homicídio.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade