Segunda-feira, 14 de Junho de 2021
Luto

Mário Jorge Corrêa, ex-diretor da Imprensa Oficial do Amazonas, morre aos 84 anos

Além da atuação como servidor público, Mário Jorge Corrêa trilhou brilhante trajetória dentro do campo da cultura, das artes, da literatura, do jornalismo e do mundo gráfico



187852830_10226113057917484_172940980849288526_n_F9F26011-83AB-47D6-942F-44B8AABE17A1.jpg Foto: Divulgação
18/05/2021 às 18:53

O Governo do Amazonas, lamenta, com profundo pesar, o falecimento do diretor técnico da Imprensa Oficial do Estado do Amazonas (IOA), Mário Jorge Corrêa, aos 84 anos de idade. O servidor veio a óbito no final da manhã desta terça-feira (18/05), no Hospital Adventista de Manaus.

Sociólogo e pós-graduado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Mário Jorge Corrêa completaria 30 anos de atuação na IOA no próximo dia 12 de junho.

Além da atuação como servidor público, Mário Jorge Corrêa trilhou brilhante trajetória dentro do campo da cultura, das artes, da literatura, do jornalismo e do mundo gráfico. Em março de 2021, foi reeleito membro do Conselho Fiscal da Associação Brasileira de Imprensas Oficiais (Abio) para o biênio 2021/2022, instituição na qual também atuou por quase 30 anos.

O Governo do Amazonas reconhece o legado e contribuição de Mário Jorge Corrêa ao longo de sua história como gestor e servidor público, e, na pessoa do governador Wilson Lima, presta condolências aos familiares, amigos e colegas da Imprensa Oficial do Estado do Amazonas.

Histórico

Filho de Carlos Corrêa e Francisca Torrar da Silva Corrêa, Mário Jorge nasceu em Manaus, no bairro de Aparecida, em 2 de janeiro de 1937. Desde o início da vida adulta, dedicou-se ao jornalismo e ao ramo da editoração gráfica.

Chegou a ser chefe de operações da Rio Gráfica e Editora, atuou como supervisor de matérias do jornal “O Globo” e foi superintendente e assessor de presidência do jornal “A Crítica”, na época ainda comandado pelo jornalista e fundador Umberto Calderaro Filho. Também foi superintendente do jornal “Folha Popular”, do Grupo Garcia de Comunicação.

Mário Jorge Corrêa teve efetiva contribuição na editoração gráfica no Amazonas, sendo considerado um “expert” na edição e editoração de diversas obras da literatura do estado, prestando inestimável colaboração à cultura amazonense. Com alguns ensaios de sua autoria publicados nos jornais “A Notícia”, “Folha Popular” e no informativo “Solimões”, Mário Jorge Corrêa colaborou grandemente para o desenvolvimento do estado do Amazonas.

Amante da literatura brasileira e apaixonado pela pesquisa histórica e pela literatura filosófica de grandes vultos da humanidade, Mário Jorge Corrêa vinha elaborando um livro onde pretendia discorrer sobre a origem e a importância dos principais emblemas do mundo dos negócios, enfatizando associações internacionais. Para isso, dispunha de rico acervo sobre o assunto que vinha sendo pesquisado há muitos anos.

Mário Jorge Corrêa foi um dos grandes intelectuais da atualidade no estado. Era sócio titular da Associação dos Escritores do Amazonas e membro efetivo e fundador da Academia de Letras, Ciências e Artes do Amazonas (Alcear). Também desfrutava de largo prestígio como membro da Rotary Club Manaus, tendo sido eleito presidente no período de 2001 e 2002.



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.