Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019
Insegurança

Moradores do Morro da Liberdade perderam a paz com uma ‘onda’ de assassinatos

A audácia dos criminosos é tanta, que os moradores receberam até 'toque de recolher'. Segundo eles, mensagens enviadas por redes sociais informavam que ninguém poderia ficar na rua após as 20h



MORRO_DA_LIBERDADE.JPG Há duas semanas, moradores do Morro da Liberdade, na Zona Sul da capital, evitam sair de casa, com medo da violência. (Evandro Seixas)
16/04/2017 às 08:00

Caminhar pelas ruas do bairro Morro da Liberdade, na Zona Sul, não é mais  como antes. A onda de assassinatos ocorrida desde o início do ano tem aterrorizado os moradores e os deixado cada vez mais acuados diante da violência. A audácia é tanta, que os moradores receberam até “toque de recolher”. Segundo eles, mensagens enviadas por redes sociais informavam que ninguém poderia ficar na rua após as 20h. 

Preocupada com a situação, uma contadora de 48 anos, que preferiu não se identificar, disse que suspendeu as caminhadas noturnas devido a falta de segurança. Segundo ela, os tiroteios estão ficando cada vezes mais frequentes e o tráfico de drogas acontece na “cara dura”. “Durante o final de semana é que vemos o problema. A rua é fechada por causa de um ‘pancadão’ que acontece na principal e o que mais vemos são pessoas de fora, jovens usando drogas na frente de todo mundo”. 



Mas o medo dos moradores aumentou mesmo com os sucessivos assassinatos. “A gente não pode mais sair de casa depois das 20h. Eu pelo menos fico com medo, depois de tudo isso que está acontecendo. Aqui era um bairro bom, mas essa situação está fazendo com que as pessoas queiram se mudar daqui”, relatou um pedreiro  de 63, que também preferiu não se identificar, por medo de represália. 

Tensão no ar

No prosamim do Cajual, que fica entre os bairro Morro da Liberdade e Santa Luzia, o clima de tensão também impera. O residencial também foi palco de homicídios em março, quando o traficante Marcelo Carmo da Costa, 19, foi assassinado com vários tiros em plena luz do dia, e neste mês, quando mecânico Erivelton Damasceno, o “Baby”, também foi assassinado. “Aqui a gente não pode falar muito coisa. O risco está em todo canto e a gente precisa se preservar para não ser ameaçado”, relatou um morador. 

Quem trabalha no local, também demonstra preocupação com os últimos acontecimentos. “A gente trabalha com medo, porque temos que trabalhar. Mas as áreas que estão mais perigosas são os locais onde há os becos. Ali a polícia não entra e aí fica mais difícil controlar”, afirmou uma comerciante. 

Disputa pelo tráfico

Para a polícia, a “erupção” da violência nos bairros da Zona Sul, principalmente no Morro da Liberdade, se deve a disputa por bocas de fumo entre integrantes da mesma facção criminosa, que duelam para comandar o tráfico de drogas na região. 

“Estamos investigando o que está acontecendo naquela região, mas tudo indica que os membros da mesma facção estão se matando por causa da disputa por tráfico de drogas”, afirmou o delegado da Delegacia Especializada em Homicídio e Sequestros (DEHS), que investiga os crimes de homicídio, Juan Valério.

Mortes são relacionadas ao tráfico

Mais de 10 assassinatos foram registrados no Morro da Liberdade e bairros vizinhos nos últimos meses.   Todos os casos foram atribuídos à disputa do tráfico de drogas. Grupos armados com armamento de grosso calibre também foram vistos na região.

Foi o caso do  Márcio Bastos Carioca, 30, Ray dos Santos Martins, 18, e Vanderley Ribeiro da Cunha, 29, presos na semana passada, na avenida Lourenço Silva Braga. Com eles, a polícia encontrou um fuzil com 19 munições, três revólveres calibre 38 com 23 munições, além de uma munição de pistola calibre 380.

Para inibir a criminalidade em toda a cidade, principalmente na Zona Sul, onde os crimes tiveram um aumento significativo nos últimos meses, uma operação foi deflagrada desde a última quarta-feira pela  Secretaria de Segurança Pública (SSP) e as polícias Civil e Militar. 
 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.